Proteção da Infância Portuguesa e os Contributos do Padre D’Oliveira na 1º República

Autores

Resumo

Padre António d’ Oliveira (1867-1923) foi um pedagogo dedicado à proteção da infância, mentor da Lei de Proteção à Infância (1911) e menores delinquentes no período republicano. O presente estudo é histórico-descritivo, e pretende contribuir para uma melhor compreensão do pensamento histórico da época. Analisámos hermenêuticamente a obra de Oliveira, estabelecendo os seguintes objetivos: analisar esta figura marcante para história da educação social e história social da infância; compreender ações de educação social com menores internados; interpretar a sua obra, no âmbito da proteção, prevenção e promoção da infância/juventude. São aspetos relevantes a natureza histórica sobre reeducação e legislação jurídica de menores, pelas várias mudanças significativas ao nível da proteção, prevenção e reeducação da criança, no séc. XX.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ernesto Candeias Martins, Instituto Politécnico de Castelo Branco/Escola Superior de Educação

 

É doutor e mestre em Ciências da Educação, respectivamente pela Univ. Illes Balears (Palma de Mallorca –Espanha) e na Universidade Católica Portuguesa, licenciado em Filosofia pela Universidade Católica Portuguesa e em Pedagogia/Ciencias da Educação pela Universidade Pontíficia de Salamanca / Universidade de Lisboa – FPCE, docente no Instituto Politécnico de Castelo Branco/Escola Superior de Educação - Depart.º/UTC- CIÊNCIAS SOCAIS E DA EDUCAÇÃO,coordenador dos Mestrados em Educação do 1.º Ciclo, do 1.º / 2.º Ciclo, Intervenção Social Escolar e Educação Especial e do Curso de Licenciatura em Educação Básica na mesma instituição. É membro da SPCE (fundador), da Sociedad Española de Pedagogia, do Institut Estuds Catalans e coordenador da Secção de Filosofia da Educação da SPCE (2003---). Faz parte dos conselhos editoriais de várias revistas nacionais e estrangeiras. E consultor e avaliador de alguns Agrupamentos de Escola e de Centros de Formação de Professores. Faz parte, como membro efectivo, do centro de investigação - CeiEF da Universidade Lusófona de Lisboa. É autor e co-autor de vários livros e algumas centenas de artigos científicos de revistas nacionais e internacionais.

Referências

ABREU, C. P.; SÁ, I. C.; RAMOS, V. C. Proteção, delinquência e Justiça de Menores: Um Manual Prático para Juristas…e não só…. Lisboa: Edições Sílabo, 2010.

BARRETO, M. F. L. Le Père António de Oliveira. Lisboa: Imprensa Lucas & C.ª, 1931.

BURKE, P. História e Teoria Social. São Paulo: UNESP, 2002.

CATROGA, F. O laicismo e a questão religiosa em Portugal (1965-1911). Análise Social, XXIV v.100, p. 211-273, 1988.

CATROGA, F. Memória, história e historiografia. Coimbra: Editora Quarteto, 2000.

CASTRO, J.; FERREIRA, J. M. L; CAPUCHA, L. Uma análise histórica do sistema de proteção de crianças português: que lições para o futuro? Sociologia, Problemas e Práticas, Lisboa,

n. 102, p. 59-78, 2023. DOI: doi.org/10.7458/SPP202310227209. Disponível em: revistas.rcaap.pt/sociologiapp/article/view/27209/22652. Acesso em: 19 mar. 2023.

CORRÊA, A. Augusto Mendes. Creanças Delinquentes; Subsídios para o estudo da Criminalidade Infantil em Portugal. Coimbra: F. França Amado Editora, 1915.

COSTA, A. M. S. Legislador e Poeta: Por amor dos deserdados Porto: Edição da Casa da Beira Douro, 1945.

COSTA, A. M. S. Um grande Portugal - Que Portugal desconhece. A Cartuxa, Caxias, Portugal, ano I, n. 4, p. 3, 1 de setembro, 1947.

COSTA, A. M. S. O Padre António de Oliveira Reformador da Legislação de menores delinquentes. Boletim da Casa Regional da Beira-Douro, Douro, n. 10, p. 292-295, set., 1952.

DUARTE-FONSECA, A. C. Internamento de Menores Delinquentes: A Lei Portuguesa e os seus modelos: um século de tensão entre proteção e repressão, educação e punição. Coimbra: Coimbra Editora, 2005.

FONSECA, J. A. F. Profilaxia da infância anormal delinquente. Boletim do Instituto de Criminologia de Lisboa, Lisboa, v. 5, ano 3, p. 313-328, 1924.

GOMES, A. F. Gerar, Criar, Educar: criança no Portugal do Antigo Regime. Coimbra: Quarteto, 2000.

MAGALHÃES, J. Pe. António de Oliveira. Boletim do Instituto de Criminologia de Lisboa, Lisboa, v. 3, ano 1, p. 124- 127,1922.

MARTINS, E. C. Infância Marginalizada e delinquente na 1ª República (1910-1926): de perdidos a protegidos e ... educados. Coimbra: Palimaje/Terra Ocre Editora, 2015.

MOTA, L.; FERREIRA, A. G.; VILHENA, C. Escola do Magistério Primário de Coimbra (1942-1974): Uma instituição pública de formação de professores em Portugal. Conference: XII Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação, 2021.

PORTUGAL. Ministério da Justiça. Monografia do Reformatório Central de Lisboa -Padre António de Oliveira. Caxias: Tip. Reformatório Central de Lisboa, Serviços Jurisdicionais e Tutelares de Menores, 1931.

NÓVOA, A. S. (org.). Dicionário de Educadores Portugueses. Porto: ASA Editores, 2003.

OLIVEIRA, A. A Obra pedagógica na Casa de Correção de Caxias. Diário Illustrado, Lisboa, 25 abr. 1908.

OLIVEIRA, A. Criminologia e educação: a transformação do nosso povo está exclusivamente no trabalho pelo trabalho. Jornal O Século, Lisboa, p. 3, 2 de março 1917.

OLIVEIRA, A. Criminalidade e Educação. Lisboa: Livraria Aillaud e Bertrand, 1918.

OLIVEIRA, A. Salvemos a Raça. Lisboa: Costa do Castelo-Direção dos Serviços Gráficos do Exército, 1923a.

OLIVEIRA, A. Deixemos os pais, cuidemos dos filhos. Lisboa: Direção dos Serviços Gráficos do Exército, 1923b.

OLIVEIRA, A. Panaceas, Doentes e Clínicos (I Parte). Lisboa: Inspeção-Geral dos Serviços de Proteção a Menores, 1923c.

OLIVEIRA, A. Intimidação (II Parte). Lisboa: Inspeção-Geral dos Serviços de Proteção a Menores, 1923d.

OLIVEIRA, A. Loucos sem Juízo, Doidos com Juízo (III Parte). Lisboa: Inspeção-Geral dos Serviços de Proteção a Menores, 1923e.

OLIVEIRA, A. Via Infamante. Lisboa: Direção dos Serviços Gráficos do Exército, 1923f.

OLIVEIRA, A. Unamo-nos. Lisboa: Costa do Castelo, 5. ed., 1924a.

OLIVEIRA, A. Geração, Educação e Arte. Lisboa: Costa do Castelo, 5. ed., 1924b.

PORTUGAL. Edição Comemorativa da Lei de Proteção da Infância, 27 de Maio de 1911. Lisboa: Instituto da Segurança Social, 2010.

PORTUGAL. Legislação sobre menores delinquentes: coleção das leis publicadas desde 1871. Caxias/Lisboa: Typ. Reformatório Central de Lisboa ‘Padre António de Oliveira’, 1930.

PORTUGAL. Regulamento geral da Casa de detenção e Correção de Lisboa de 10 de setembro. Lisboa: Ministério da Justiça e dos Cultos, 1901.

PORTUGAL. Decreto de 27 de Maio de 1911 Lei de Proteção à Infância. D. G. nºs 137 e 141, de 14 e 20 de junho de 1911, p. 12-28, 1911.

PORTUGAL. Tutoria da Infância e Serviços Jurisdicionais e Tutelares de Menores. Decretos de 10 de maio de 1911 e 15 de maio de 1925 e Portarias de 16 de julho de 1925. Lisboa: Imprensa Nacional, 1925.

RAMOS, A. O. A lição do padre António de Oliveira. A Cartuxa, Caxias, Portugal, ano 1, n. 4, p. 6, 1o out. 1947.

ROMBO, A. Padre Oliveira - O Apóstolo da Regeneração. A Cartuxa, Caxias, Portugal, ano I, nº 4, p. 4, 1o set. 1947.

Downloads

Publicado

2024-06-08

Como Citar

MARTINS, E. C. Proteção da Infância Portuguesa e os Contributos do Padre D’Oliveira na 1º República. REVISTA INTERSABERES, [S. l.], p. e24tl4009, 2024. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2645. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigo