REVISTA INTERSABERES https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista <p>A Revista Intersaberes, criada em 2006, é um periódico científico vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação e Novas Tecnologias — PPGENT/UNINTER FAMPECT.</p> <p>Este periódico tem como missão fomentar a produção e a disseminação de pesquisas e abordagens científicas na área da Educação, visando atender a um vasto público por meio de trabalhos relevantes, inseridos em um ambiente que propicie o debate e a troca de novas perspectivas.</p> <p>Linha editorial: Educação com foco em formação docente e novas tecnologias.</p> pt-BR <p>Os direitos autorais dos artigos publicados na Revista são de acordo com a licença CC-BY-ND - Creative Commons ( https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0/legalcode)</p> <p>Esta licença permite que outras pessoas reutilizem o trabalho para qualquer finalidade, inclusive comercialmente; no entanto, não pode ser compartilhado com outras pessoas de forma adaptada e o crédito deve ser fornecido ao autor.<br />Os direitos autorais dos artigos publicados na Revista são do autor, com os direitos de primeira publicação para a Revista</p> revistaintersaberes@gmail.com (Joana Paulin Romanowski) periodicoscientificos@uninter.com (Coordenação de Pesquisa e Publicações Acadêmicas) Mon, 19 Feb 2024 00:00:00 +0000 OJS 3.3.0.13 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Autorregulação e autoeficácia de alunos do ensino fundamental contextualizando o ensino remoto https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2556 <p>Analisou-se a autoeficácia e autorregulação considerando o ensino remoto. Participaram 45 alunos do 5º ano. Instrumentos: Roteiro de Avaliação do Senso de Autoeficácia (Medeiros et al., 2000) e Escala de Estratégias de Aprendizagem para o Ensino Fundamental (Oliveira; Boruchovitch; Santos, 2010) adaptados. O coeficiente de Spearman foi usado na análise. Verificou-se correlação positiva significativa entre a autoeficácia relacionada à comparação com os pares e percepção do desempenho, e a ausência de estratégias disfuncionais. Correlação positiva significativa entre a autoeficácia geral e a autoeficácia relacionada ao desempenho acadêmico e a ausência de estratégias disfuncionais. Destaca-se o impacto da persuasão social e da interpretação do desempenho na autoeficácia e no comportamento.</p> Beatriz Silva Zivich, Paula Mariza Zedu Alliprandini Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2556 Tue, 20 Feb 2024 00:00:00 +0000 Protestantismo no centro-oeste e as iniciativas de missão entre os Kaiowá (1910-1928) https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2568 <p>Este estudo propõe compreender o início da missão ecumênica protestante entre os povos indígenas no Centro-Oeste brasileiro, na década de 20. Para tanto, priorizo a análise de fontes documentais e as contribuições de pesquisadores vinculados aos estudos do protestantismo ecumênico, tais como Mendonça (1995), Gonçalves (2009) e outros. As ações missionárias dos reformados, no Brasil, vincularam-se aos esforços para retirar o país das influências do catolicismo. Todavia, no sul do estado de Mato Grosso, sobretudo no Congresso do Panamá, de 1916, determinaram o campo de missão entre indígenas Kaiowá com empreendimentos que denotavam práticas integracionistas ancoradas na cooperação de diversas denominações protestantes.</p> Fernando Luís Oliveira Athayde Paes Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2568 Mon, 19 Feb 2024 00:00:00 +0000 Oficina pedagógica formativa e a transição pelos níveis macroscópico, simbólico e microscópico https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2579 <p>Este texto analisa as implicações de uma oficina pedagógica que visou despertar o interesse e a curiosidade de alunos pela química na transição cognitiva pelos campos macroscópico, microscópico e simbólico do conhecimento químico. A pesquisa, de natureza básica, procedimento participante e abordagem mista, deu-se a partir da aplicação de uma oficina sobre panificação a alunos do 1° ano do Ensino Médio de um colégio estadual de Curitiba/PR. Os dados, constituídos a partir da observação e de questionário, foram analisados via análise estatística e método indutivo-descritivo. Ao término, explorou-se aspectos macroscópicos no histórico da panificação e da doença celíaca e aspectos microscópicos e simbólicos em discussão, linguagem e reações químicas relacionadas ao experimento.</p> Helena da Rosa Galeski, Everton Bedin Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2579 Mon, 19 Feb 2024 00:00:00 +0000 Análise da utilização da gamificação como processo educativo no ensino de biologia e química https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2552 <p>A inserção de diferentes metodologias de ensino tem-se tornado um fator recorrente no processo de ensino e aprendizagem, uma vez que despertam nos alunos o interesse e o engajamento no decorrer do processo. O estudo apresentado teve como objetivo o desenvolvimento de um processo avaliativo interdisciplinar, por meio da gamificação, entre os componentes curriculares Biologia e Química, envolvendo alunos de uma turma de ensino fundamental dos anos finais de uma escola da rede privada de ensino no município de São Mateus, de modo a promover engajamento e protagonismo dos estudantes. O processo foi realizado no decorrer de um trimestre por meio de diferentes etapas envolvendo a gamificação. Os resultados demonstraram que, com o passar das etapas, os alunos mostraram-se interessados e engajados, apresentando o envolvimento esperado para o processo de ensino e aprendizagem. Concluímos que a exploração dos diferentes elementos e possibilidades trazidos pela gamificação contribui de forma significativa para motivar intrinsecamente e extrinsecamente os alunos no decorrer de um processo educativo, potencializando participações e níveis de engajamento no decorrer do percurso.</p> Andressa Antonio de Oliveira, Débora Lázara Rosa, Manoel Augusto Polastreli Barbosa, Carlos Roberto Pires Campos, Marize Lyra Silva Passos Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2552 Wed, 24 Apr 2024 00:00:00 +0000 Whatsapp na comunicação institucional: uma análise da sua aceitação e uso para fins laborais em uma universidade https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2613 <p>O objetivo deste estudo é compreender a aceitação e uso do WhatsApp pelos servidores assistentes administrativos da UFRN, no desenvolvimento das suas atividades laborais de apoio acadêmico. Para isso, foi aplicado um questionário com 186 desses profissionais, utilizando-se o Modelo de Aceitação de Tecnologia (TAM3). A pesquisa revelou que o WhatsApp, mesmo não tendo sua adoção institucionalizada, é bem aceito e possui resultados satisfatórios em quase todas as variáveis do modelo TAM3. Contudo, foram identificadas questões que precisam ser melhoradas, como a necessidade de orientação sobre seu uso, aspectos relacionados às questões de segurança da informação, qualidade de atendimento através da ferramenta, ampliação da divulgação dos contatos e oficialização da ferramenta pela instituição.</p> Mariana Galvão, Daniel Araújo Martins Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2613 Wed, 24 Apr 2024 00:00:00 +0000 Curitiba e Rosário: Cidades Educadoras https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2589 <p>Cidades educadoras usam o espaço urbano para educar seus cidadãos. A relevância do tema está em entender este processo, constituído pela educação formal, não-formal e informal, na formação de cidadãos críticos e atuantes no seu contexto social. Este estudo compara Rosário, Argentina, e Curitiba, Brasil, como cidades educadoras, buscando levantar as diferenças e semelhanças numéricas e algumas práticas que reforçam o seu caráter educador. Metodologicamente, a pesquisa possui abordagem qualitativa, de caráter exploratório, utilizando-se de pesquisa bibliográfica e documental. Como resultado, conclui-se que ambas possuem projetos e programas aderentes à carta das cidades educadoras, e a principal diferença está na responsabilidade legal direta sobre a educação formal e não formal de cada uma.</p> Sandroney Fochesatto, Karl Host Heinrichs, Hilda Alberton de Carvalho, Maria Silvia Bacila Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2589 Mon, 19 Feb 2024 00:00:00 +0000 Segregação social e racial na (re)produção do espaço urbano brasileiro: desafios de uma cidade educadora https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2597 <p>O artigo de natureza bibliográfica e documental analisa a cidade numa dupla perspectiva: como espaço onde ocorre a produção e a reprodução de segregações socioeconômicas e raciais, mas, também como possibilidade da efetivação de direitos e de cidadania. A tensão entre direito à cidade e exclusão na e da própria cidade ganha diferentes contornos, mesmo que com intensidades diferentes. As cidades que se definem como educadoras estão desafiadas a aprofundar como ocorrem as práticas de segregação socioeconômica, cultural, política e racial em diferentes espaços, bem como, incrementar práticas que assegurem a cidadania. Dentro desse espectro, o artigo inicia com uma problematização geral, aprofunda os conceitos de racismo estrutural e multidimensional, confrontando-os com o direito à cidade no âmbito do debate sobre cidades educadoras e conclui apontando desafios para a garantia do direito à cidade e de como ela pode tornar-se efetivamente educadora.</p> Ivan Penteado Dourado, Marcio Tascheto da Silva, Telmo Marcon, Daniela dos Santos Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2597 Mon, 19 Feb 2024 00:00:00 +0000 A criança na Cidade que Educa: a infância nos estudos urbanos https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2605 <p class="Resumos" style="margin: 6.0pt 14.1pt .0001pt 14.2pt;"><span style="font-size: 10.0pt; line-height: 115%; font-family: 'Candara',sans-serif;">A partir dos movimentos das Cidades Educadoras e das Cidades que Educam e Transformam, este trabalho propõe uma reflexão sobre a perspectiva e a relação da criança com a cidade. Embora ambos os movimentos não se restrinjam exclusivamente à educação ou ao público infantil, argumenta-se que, ao melhorar os espaços urbanos para as crianças, os benefícios podem ser ampliados às demais faixas etárias. Nesse contexto, acredita-se que seja necessário retomar o ponto de vista dos estudos urbanos a respeito da infância, discutindo o direito à cidade e a cidadania para o contexto da criança. Além disso, diante da relevância do aspecto histórico, este trabalho visa examinar teorias do campo do planejamento urbano, investigando como foram contempladas as necessidades e experiências das crianças.</span></p> Maria Augusta Calil, Inês Martina Lersch Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2605 Mon, 19 Feb 2024 00:00:00 +0000 Um perfil dos ministros da educação do Brasil no período da nova república https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2477 <p>Para colaborar com a discussão sobre a preocupante situação da educação no Brasil, direcionou-se o olhar ao perfil dos ministros da Educação que estiveram à frente da pasta entre 1985 e 2022. O objetivo deste trabalho foi analisar a rotatividade e a aderência entre formação e atuação dos ministros nesse período. Para tanto, realizou-se uma análise apoiada no método histórico e concluiu-se que: dos 25 ocupantes do cargo, apenas oito tinham alguma relação com a vida acadêmica; quanto ao tempo, em 60% dele, o ministério foi ocupado por políticos; a formação era predominantemente nas áreas de direito e economia e os oriundos da área educacional foram apenas cinco; a duração média dos mandatos foi de 541 dias. Essas informações, por si só, provavelmente não justificam as mazelas educacionais brasileiras, mas, quando analisadas numa visão macro, podem contribuir para a compreensão de que a educação, salvo raros momentos da história política desse período, não foi assumida como prioridade.</p> <p> </p> <p> </p> Marco Aurelio Kalinke Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2477 Mon, 19 Feb 2024 00:00:00 +0000 Verticalização do ensino: formação a partir das competências profissionais https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2545 <p>Este artigo aborda a verticalização do ensino com o objetivo de compreender seus princípios. Esse modelo permite que os estudantes aproveitem os créditos cursados em um curso técnico de nível médio em seu curso superior tecnológico. Isso é possível desde que as disciplinas sejam aderentes ao curso e partam da análise de competências profissionais previstas nos respectivos catálogos nacionais. A possibilidade de aproveitamento atende à preocupação com a precarização da mão de obra devido ao rápido desenvolvimento tecnológico. Para o desenvolvimento do estudo, a metodologia de investigação é uma pesquisa bibliográfica, com abordagem qualitativa, consultando obras de diversos autores da área, com principal destaque a: Lüdke e André (2013); Azevedo e Rowell (2009); Frigotto (2010); Zitzke e Pinto (2020); Pacheco (2010) e Moura (2006).</p> <p> </p> Neliva Tessaro, Alceli Ribeiro Alves Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2545 Tue, 20 Feb 2024 00:00:00 +0000 In/acessibilidade escolar para estudantes com deficiência física https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2564 <p class="Resumos" style="line-height: normal; margin: 6.0pt 14.2pt .0001pt 14.2pt;"><span style="font-size: 10.0pt; font-family: 'Candara',sans-serif;">O artigo resulta de uma investigação de abordagem qualitativa que objetivou identificar e analisar a in/acessibilidade arquitetônica para estudantes com deficiência física matriculados em escolas da rede estadual localizadas em um município do oeste de Santa Catarina. O estudo buscou amparo em Leis e Decretos que normatizam a acessibilidade e evidencia que barreiras arquitetônicas se relacionam a outras dimensões, como as barreiras atitudinais, nas comunicações e na informação, dentre outras. O aporte teorético foucaultiano contribuiu para mostrar que a falta de acessibilidade identificada nas escolas pesquisadas não é apenas uma questão técnica, mas também uma manifestação de poder que perpetua práticas de exclusão e descrédito, subjetivando as pessoas com deficiência para a resignação.</span></p> Paulo Cézar Martins, Tania Mara Zancanaro Pieczkowski Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2564 Mon, 19 Feb 2024 00:00:00 +0000 Percepção de graduandos e pedagogos sobre a educação de bebês em instituição escolar https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2566 <p>A pesquisa objetivou verificar a percepção de graduandos e pedagogos sobre a educação de bebês (zero a 18 meses) em instituições educacionais. Os dados foram coletados por questionário com questões fechadas, enviado através da estratégia denominada Bola de neve, com o uso das redes sociais virtuais e analisados por estatística descritiva. A análise dos resultados dos 123 participantes mostra a associação do atendimento educacional a bebê à necessidade de conhecimentos sobre desenvolvimento para uma atuação intencional e associação entre as atividades da rotina e a aprendizagem do bebê. O estabelecimento de objetivos educacionais para as atividades na rotina pode ser um diferencial na qualidade dos serviços prestados e no desenvolvimento desse público.</p> Helena Martínez Avila de Mello, Girlene de Albuquerque Cruz, Carla Cilene Baptista da Silva, Patrícia Unger Raphael Bataglia, Alberto de Vitta, Fabiana Cristina Frigieri de Vitta Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2566 Wed, 24 Apr 2024 00:00:00 +0000 O corpus da produção científica sobre o coordenador pedagógico: tendências investigativas https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2611 <p>Objetiva-se analisar o corpus da produção científica sobre o coordenador pedagógico, a fim de identificar as tendências investigativas. O coordenador pedagógico, como objeto nas pesquisas em educação, abrange diferentes temáticas. Analisar as investigações sobre esse profissional possibilita visualizar as concepções sobre o desenvolvimento do seu trabalho e suas atribuições. Realizou-se uma revisão sistemática de literatura na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações, analisando os trabalhos em 14 categorias. Os resultados apontam para a ênfase em pesquisas sobre a formação continuada para o coordenador pedagógico e a formação oferecida por ele na escola. As pesquisas denunciam diferentes questões sobre o trabalho da coordenação e favorecem o movimento de defesa desse profissional.</p> Victoria Mottim Gaio, Jaqueline de Morais Costa, Simone Regina Manosso Cartaxo, Daiana Bach, Keila Santos, Stephany de Souza Pereira Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2611 Tue, 20 Feb 2024 00:00:00 +0000 Estado do conhecimento sobre o processo identitário dos professores da educação infantil https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2601 <p>Esse artigo apresenta o estado do conhecimento sobre a identidade dos professores da Educação Infantil. A pesquisa de abordagem qualitativa tem como objetivo levantar as recorrências, tendências e lacunas na produção dos estudos sobre a identidade do professor. A análise de dados é baseada em Bardin (2011). O estudo é ancorado teoricamente em Romanowski e Ens (2006), Garcia (1999), Nóvoa (1992; 1995), Freire (2001), Peroza e Martins (2016), Kramer (2005), Campos (2008), entre outros. O resultado mostra que o processo identitário permeia toda a carreira docente (na formação inicial, nas práticas e na autoconsciência), mas ainda há recorrências de o profissional não ser visto como professor da educação infantil e carências de estudos sobre a temática na área, podendo ser ampliado.</p> Michelly Setlik, Ilze Maria Coelho Machado Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2601 Wed, 24 Apr 2024 00:00:00 +0000 Formação de professores na perspectiva da garantia do direito à educação https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2604 <p>O artigo problematiza a formação de professores, considerando as contribuições dos educadores para garantir o direito à educação. O questionamento que move a discussão indaga: as políticas para a formação docente se baseiam em uma abordagem crítica e dialógica, necessária para compreender a educação em direitos humanos e contribuir para a garantia do direito à educação? A reflexão das legislações educacionais foi referendada em uma revisão bibliográfica, com ênfase nos estudos de Candau <em>et al</em>. (2013), Lopes (2019), Oliveira (2007) e Scheibe (2020). A formação de professores na perspectiva da garantia do direito à educação deve promover processos educativos baseados em uma abordagem crítica e dialógica, oportunizando aos sujeitos o acesso aos demais direitos.</p> Mônica Luiza Simião Pinto, Ana Maria Eyng Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2604 Wed, 24 Apr 2024 00:00:00 +0000 Conectando culturas com Inteligência Artificial Generativa https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2574 <p class="Resumos" style="line-height: normal; margin: 6.0pt 14.1pt .0001pt 14.2pt;"><span style="font-size: 10.0pt; font-family: 'Candara',sans-serif;">Este estudo visa explorar e investigar o potencial da inteligência artificial (IA) generativa, especialmente do ChatGPT, no auxílio a estudantes estrangeiros em sua adaptação cultural em um novo país. A pesquisa envolveu imigrantes da Venezuela e do Haiti em um curso profissionalizante de curta duração no ano de 2023, na cidade de Porto Alegre. Os resultados destacam o papel importante do ChatGPT ao fornecer suporte e informações para a adaptação cultural de estudantes estrangeiros e integrá-los mediante as tecnologias generativas. Releva destacar que a IA complementa, em vez de substituir, o suporte e o acolhimento humano, ampliando oportunidades de aprendizagem e enriquecendo a experiência dos estudantes estrangeiros em sua adaptação cultural.</span></p> Arthur S. Araújo; Raquel Salcedo; Roberto Nascimento, Dante Barone, Alberto Filho Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2574 Wed, 24 Apr 2024 00:00:00 +0000 O uso da Inteligência Artificial na educação: análise e percepção de professores https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2619 <p>Esta pesquisa teve como objetivo acessar o conhecimento de professores sobre a Inteligência Artificial. Para isso foi aplicado aos docentes o questionário, Desafios da Inteligência Artificial na Educação Superior (DIA-ES). O questionário teve a participação de 80 respondentes. Ao investigar o nível de conhecimento dos professores sobre algumas tecnologias digitais, observou-se que a maioria dos professores conhecem pouco sobre os assuntos investigados. Em relação ao que pensam os professores de que como os sistemas de Inteligência Artificial irão impactar sobre o emprego, observou-se que a maioria dos professores entendem que é extremamente provável que os sistemas de inteligência artificial alterarão os modos de viver em sociedade, a organização dos espaços urbanos e serão muito utilizados em ensino a distância e em ambientes virtuais.</p> <p><strong>Palavras-chave:</strong> Educação; Inteligência Artificial; Aprendizagem; Métodos de Ensino.</p> Rodrigo Henrique Martins, Helena Brandão Viana, Ronaldo Barbosa, Cristina Zukowsky Tavares Copyright (c) 2024 REVISTA INTERSABERES https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2619 Wed, 24 Apr 2024 00:00:00 +0000