Professor: Uma carreira em extinção ou falta de motivação?

Autores

  • Adriana Cristina Kozelski UNILAGOS, Mangueirinha-PR; Técnica Pedagógica do Núcleo Regional de Educação- Francisco Beltrão- PR;

DOI:

https://doi.org/10.22169/revint.v9i17.573

Resumo

RESUMO

O presente estudo tem como objetivo abordar uma questão polêmica da atualidade: “Professor: uma carreira em extinção ou falta de motivação?” Tal discussão possui relevância, sendo que algumas áreas da educação estão desamparadas pela falta de professores formados na área específica.  Além disso, há pouca adesão de jovens na busca por cursos de licenciaturas como alternativa de carreira profissional. A fim de descrever a importância desta profissão ao longo dos tempos, pretendeu-se, inicialmente, realizar uma breve  síntese sobre a evolução histórica da carreira docente. O objetivo é o de perceber as trajetórias que a formação de professores percorreu ao longo da história, suas evoluções, retrocessos e, consequentemente, o motivo da desvalorização do profissional da educação nos últimos tempos. A pesquisa de campo pretendeu analisar os fatores que tem influenciado os jovens da atualidade a não optarem pela carreira docente. Sendo assim, apresentaremos alguns resultados obtidos no Colégio Estadual do Paraná, tendo como público-alvo alunos do 3º ano do ensino médio desse mesmo estabelecimento, além de três professores que ministram aulas nesse grupo, a fim de analisar as motivações pela escolha da profissão que exercem. Dados comprovaram que a maioria dos alunos concluintes do ensino médio opta em seguir uma carreira que traga mais perspectivas do ponto de vista financeiro e valorização profissional, além de status vantajosos.  Aos olhos dos alunos, a carreira da docência não apresenta tais características. Portanto, esse é um problema real a ser pesquisado e analisado na área da educação.

Palavras-chave: Docência. Formação. Identidade profissional.

 

 

ABSTRACT

The present study aims to address a controversial issue to the present day: "Teacher a career in extinction or lack of motivation?" This discussion is relevance, and some areas of education are disadvantaged by lack of teachers trained in the specific area. In addition, there is little adherence of young people in their search for licentiate courses as an alternative to professional career. In order to describe the importance of this profession over the course of time,  it was originally intended to conduct a brief overview of the historical evolution of the teaching career. The objective is to understand the trajectories that the teacher training has come throughout history, its developments, setbacks and, consequently, the reason for the devaluation of the education professional in recent times. The field research sought to analyze the factors that have influenced the young people of today do not opt for the teaching career. Thus, we will present some results obtained in a state public school in the state of Paraná.  The target audience was a group of  students from the 3rd year of high school. In addition, there were also three teachers who teach classes to  them in order to analyze the reasons for the choice of the profession that they exercise. Data have shown that the majority of graduating high school students chooses to follow a career that will bring them more prospects from a financial point of view and professional enhancement, besides favorable status. In the eyes of the students, the teaching career does not have these characteristics. Therefore, this is a real problem to be researched and analyzed in the area of education.

 

Key words: Teaching.  Formation. Professional identity

RESUMEN

El objetivo del presente estudio es abordar una cuestión polémica de la actualidad: " ¿Profesor: una carrera en extinción o falta de motivación?" Este debate tiene relevancia, siendo que algunas áreas de la educación están desamparadas por la falta de profesores capacitados en el área específica. Además, hay muy poca adhesión de los jóvenes en la  búsqueda de cursos de licenciaturas como alternativa de carrera profesional. Con el fin de describir la importancia de esta profesión en el transcurso del tiempo, se pretende, inicialmente, llevar a cabo una breve descripción de la evolución histórica de la carrera docente. El objetivo es comprender las trayectorias que la formación de los docentes recurrió a lo largo de la historia, su evolución, reveses y, en consecuencia, la razón de la devaluación de la educación profesional en los últimos tiempos. La investigación de campo fue analizar los factores que influencian a los jóvenes de hoy a no optar por la carrera docente. Por lo tanto, vamos a presentar algunos de los resultados obtenidos en el “Colegio Estadual do Paraná”, dirigido a estudiantes de 3er año de la escuela secundaria de este mismo estabelecimiento, además de tres maestros que enseñan en este grupo, a fin de analizar las razones de la elección de la profesión que ejercen. Los datos demostraron que la mayoría de los estudiantes que se gradúan de la secundaria decide seguir una carrera que traerá más perspectivas desde el punto de vista financiero y valorización profesional, además de una situación favorable. Según la opinión de los estudiantes, los profesionales de la enseñanza no tienen estas características. Por lo tanto, este es un problema real para ser investigado y analizado en el ámbito de la educación.

Palabras clave: Docencia. Formación. Identidad profesional.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Cristina Kozelski, UNILAGOS, Mangueirinha-PR; Técnica Pedagógica do Núcleo Regional de Educação- Francisco Beltrão- PR;

Mestrado em Educação pela PUC-PR (2010), graduada em Pedagogia pelo Centro Universitário Católico do Sudoeste do Paraná (2007). Especializada em Gestão Escolar pela CELER - Chapecó- SC. (2008), Especializada em Educação Especial pela CELER- Xaxim- SC (2009), Professora e Coordenadora da Educação Infantil no Colégio Bom Jesus - Palmas-Paraná. Atua também como Professora do Ensino Superior pela UNILAGOS, Mangueirinha-PR, nos cursos de Pedagogia e Artes Visuais; Ministra Cursos de Especialização pela INOVA-CELER- SC. Possui cursos de Extensão nas áreas de Educação Infantil, o que possibilita a ministrar oficinas de Ensino- aprendizagem, contação de histórias e musicalização. Tem experiência na Área de Educação, com Ênfase em Ensino-Aprendizagem, desenvolvendo pesquisas referentes á História da Educação,e Politicas Públicas. Atualmente é técnica Pedagógica do NRE- Francisco Beltrão- PR.

Downloads

Publicado

2014-07-22

Como Citar

KOZELSKI, A. C. Professor: Uma carreira em extinção ou falta de motivação?. REVISTA INTERSABERES, [S. l.], v. 9, n. 17, p. 178–188, 2014. DOI: 10.22169/revint.v9i17.573. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/573. Acesso em: 19 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)