Um perfil dos ministros da educação do Brasil no período da nova república

Autores

Palavras-chave:

Abordagem qualitativa, Políticas educacionais

Resumo

Para colaborar com a discussão sobre a preocupante situação da educação no Brasil, direcionou-se o olhar ao perfil dos ministros da Educação que estiveram à frente da pasta entre 1985 e 2022. O objetivo deste trabalho foi analisar a rotatividade e a aderência entre formação e atuação dos ministros nesse período. Para tanto, realizou-se uma análise apoiada no método histórico e concluiu-se que: dos 25 ocupantes do cargo, apenas oito tinham alguma relação com a vida acadêmica; quanto ao tempo, em 60% dele, o ministério foi ocupado por políticos; a formação era predominantemente nas áreas de direito e economia e os oriundos da área educacional foram apenas cinco; a duração média dos mandatos foi de 541 dias. Essas informações, por si só, provavelmente não justificam as mazelas educacionais brasileiras, mas, quando analisadas numa visão macro, podem contribuir para a compreensão de que a educação, salvo raros momentos da história política desse período, não foi assumida como prioridade.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marco Aurelio Kalinke , Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Professor Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Referências

ANDES. Andes-SN 40 anos, 2021. Disponível em: https://40anos.andes.org.br/. Acesso em 09, fev. 2023.

AZEVEDO, S. Políticas públicas: discutindo modelos e alguns problemas de implementação. In: Santos Júnior, O. A. (et. al.). Políticas públicas e gestão local: programa interdisciplinar de capacitação de conselheiros municipais, 2003.

BRASIL. Lei 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, 1961.

BRASIL. Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, 1996.

BRASIL. Lei 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências, 2014.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Plano Nacional de Educação PNE 2014-2024: Linha de Base. Inep, 2015.

CNE. Escassez de Professores no ensino médio. Relatório produzido pela Comissão Especial instituída para estudar medidas que visem a superar o déficit docente no Ensino Médio (CNE/CEB), 2007.

CORREIA, M. L.; CARNEIRO, A. Mercadante, Aluísio. In: Verbetes do Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro, 2017. Disponível em: https://www18.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-biografico/aluisio-mercadante-oliva. Acesso em 10, dez. 2022.

FAGUNDES, P. E. A Nova República (1985-2016) e as disputas de narrativas sobre a Lei da Anistia. Locus - Revista de história, Juiz de Fora, v.25, n. 2, 2019.

FRANCO, I. A República do Pão de Queijo. Coleção Folha a República Brasileira 24. Folha de São Paulo, 2019.

FRAZÃO, D. Biografia de Marco Maciel, 2021. Disponível em: https://www.ebiografia.com/marco_maciel/. Acesso em 02, fev. 2023.

GOIS, A. Quatro décadas de gestão educacional no Brasil: políticas públicas do MEC em depoimentos de ex-ministros. Fundação Santillana, 2018.

JUNQUEIRA, E.; CARDOSO, E. D. Ferraz, Ester Figueiredo. In: Verbetes do Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro, 2015. Disponível em: https://www18.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-biografico/ferraz-ester-figueiredo. Acesso em 02, fev. 2023.

KUCHINIR, B.; CECHINE, S.; CAMARGO, O.; MONTALVÃO, S. Sousa, Paulo Renato. In: Verbetes do Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro, 2015. Disponível em: https://www18.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-biografico/paulo-renato-costa-sousa. Acesso em 12, nov. 2022.

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Jorge Bornhausen, 2020. Disponível em: https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/1205-Jorge_Bornhausen. Acesso em 02, fev. 2023.

MESQUITA, M. C. G. D.; ALMEIDA, R. B.; NOLETO, S. O. B. A formação dos ministros da educação no Brasil e o recorte de gênero - 1930 a 2020: políticas públicas de gestão. Conjecturas, Vol. 21, n. 5, 2021.

MONTEIRO, M. C.; CARDOSO, E. D. Goldemberg, José. In: Verbetes do Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro, 2015. Disponível em: https://www18.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-biografico/goldemberg-jose. Acesso em 12, dez. 2022.

MORAIS, E. M.; SANTOS, C. R.; PAIVA, I. A. Políticas públicas de educação no contexto neoliberal: um breve balanço. Inter-Legere, Vol. 4, n. 31, 2021.

PINHEIRO, L. Gomes, Cid. In: Verbetes do Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro, 2015. Disponível em: https://www18.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-biografico/gomes-cid. Acesso em 12, dez. 2022.

RÜSSEN, J. Reconstrução do passado - teoria da história II: os princípios da pesquisa histórica. Editora da UnB, 2007.

SILVA, F. P.; SPRITZER, J. Haddad, Fernando. In: Verbetes do Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro, 2014. Disponível em: https://www18.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-biografico/haddad-fernando. Acesso em 20, jan. 2023.

SOUZA, C. Políticas públicas: questões temáticas e de pesquisa. Caderno CRH, Salvador, n. 39, jul./dez. 2003.

Downloads

Publicado

2024-02-19

Como Citar

KALINKE , M. A. Um perfil dos ministros da educação do Brasil no período da nova república. REVISTA INTERSABERES, [S. l.], p. e24do2002, 2024. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2477. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê