Diretrizes curriculares nacionais para formação continuada de professores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22169/revint.v18.e023tl4004

Palavras-chave:

Políticas educacionais, Diretrizes Curriculares Nacionais, Formação Continuada, Educação Básica

Resumo

Este artigo tem como objeto de estudo as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Continuada de Professores da Educação Básica – Resolução CNE/CP n.º 1, de 27 de outubro de 2020. Para tanto, toma como questão orientadora: como as novas diretrizes podem contribuir para a qualidade do ensino? Trata-se de estudo com abordagem qualitativa realizada mediante pesquisa documental e de campo, por meio da aplicação de questionário junto a professores de educação básica. O estudo indica o profissional de educação que se pretende conceber a partir da aprovação da BNC – Formação Continuada, tomando como base competências e habilidades na mesma linha da BNCC da Educação Básica. Trata-se de um documento que molda os comportamentos e condutas esperados dos docentes e considera o professor como o responsável por sua própria formação.

Palavras-chave: políticas educacionais; Diretrizes Curriculares Nacionais; formação continuada; educação
básica

ABSTRACT

This paper study object is the National Curriculum Guidelines for Basic Education Teachers Continuing Education, according to CNE/CP n. 1, of October 27, 2020. It starts from the following guiding question: how can the new guidelines contribute to the quality of education? The study has a qualitative approach carried out through documentary and field research, by applying a questionnaire to basic education teachers. The study demonstrates the education professional profile that National Curriculum Guideline’s — continuing education approval intends to conceive, based on skills and abilities, in the same line of Basic Education’s National Curriculum Basis. It is a document that shapes the behaviors and conducts expected from teachers, who are considered responsible for their own training.

Keywords: educational policies; National Curriculum Guidelines; continuing education; basic education.

RESUMEN

Este artículo tiene como objeto de estudio las Directrices Curriculares Nacionales para la Formación Continua de Docentes de Educación Básica - Resolución CNE/CP n.º 1, de 27 de octubre de 2020. Para ello, asume como pregunta orientadora: ¿cómo pueden contribuir las nuevas directrices con la calidad de la educación? Se trata de un estudio cualitativo realizado mediante investigación documental y de campo, a través de la aplicación de un cuestionario a profesores de la educación básica. El estudio indica el modelo de docente que se pretende concebir a partir de la aprobación de la BNC - Educación Continua, basado en competencias y habilidades en la misma línea de la BNCC de la Educación Básica. Es un documento que plasma los comportamientos y conductas que se esperan de los docentes y considera al profesor como el responsable
de su propia formación.

Palabras-clave: políticas educativas; Directrices Curriculares Nacionales; formación continua; educación
básica

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauriane Gomes da Silva, PUC-PR

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da PUCPR. Lattes:  363225128743301; ORCID: https://orcid.org/0000-0002-3964-8299 E-mail: maurianegomes05@gmail.com

Maria Lourdes Gisi, PUC-PR

Doutora em Educação Brasileira pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita  Filho. Professora titular do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da PUCPR. Lattes: 2691166549969052. 

Sirley Terezinha Filipak, PUC-PR

Doutora em Educação pela Universidade Católica do Paraná. Professora Adjunta III do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da PUCPR. Lattes: 0469009076005253. 

Referências

BRASIL. Presidência da República. Lei n.º 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em: 30 set. 2022.

BRASIL. Presidência da República. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil. [Constituição (1988)]. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Brasília, DF, 05 out. 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituiçao.htm. Acesso em: 27 ago. 2021.

BRASIL. Presidência da República. Resolução CNE/CP n.º 1 de 27 de outubro de 2020. Dispõe sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Continuada de Professores da Educação Básica e institui a Base Nacional Comum para a Formação Continuada de Professores da Educação Básica (BNC-Formação Continuada). Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 out. 2020. Disponível em:

http://portal.mec.gov.br/pec-g/33371-cne-conselho-nacional-de-educacao/90831-resolucoes-cp-2021 - :~:text=Resolu%C3%A7%C3%A3o%20CNE%2FCP%20n%C2%BA%201,(BNC-Forma%C3%A7%C3%A3o%20Continuada). Acesso em: 10 set. 2022.

BRASIL. Presidência da República. Resolução CNE/CP n.º 2, de 1.º de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 1 jul. 2015. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/agosto-2017-pdf/70431-res-cne-cp-002-03072015-pdf/file. Acesso em: 10 set. 2022.

BRASIL. Presidência da República. Lei n.º 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 jun. 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 10 set. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. MEC/SEB, Brasília, DF, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 19 set. 2022

BRASIL. Presidência da República. Resolução CNE/CP n.º 2, de 20 de dezembro de 2019. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial de Professores para a Educação Básica e institui a Base Nacional Comum para a Formação Inicial de Professores da Educação Básica (BNC-Formação). Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2 dez. 2019. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/dezembro-2019-pdf/135951-rcp002-19/file. Acesso em: 10 set. 2022

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS. Rio de Janeiro: UNIC, 2009 [1948]. Disponível em: https://www.ohchr.org/sites/default/files/UDHR/Documents/UDHR_Translations/por.pdf. Acesso em: 19 set. 2022.

HONÓRIO, Mirtes Gonçalves et al. As novas diretrizes curriculares nacionais para formação inicial e continuada de professores da educação básica: entre recorrências e novas inquietações. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 12, n. 3, p. 1736-1755, jul.-set./2017. Disponível em:

jhttp://dx.doi.org/10.21723/riaee.v12.n.3.2017.8532. Acesso em: 25 set. 2022.

KRIPKA, Rosana Maria Luvezute; SCHELLER, Morgana; BONOTTO, Danusa de Lara. Pesquisa documental na pesquisa qualitativa: conceitos e caracterização. Revista de Investigaciones UNAD, Colombia, v. 14, n. 2, p. 55- 73, Jul./dez. 2015.

LUDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986

OLIVEIRA, Maria Gabriela. A nova política de formação de professores da educação básica (2020): um discurso de progresso para o retrocesso. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2020. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/233992. Acesso em: 25 set. 2022

PRADA, Luis Eduardo Alvarado-; FREITAS, Thaís Campos; FREITAS, Cinara Aline. Formação continuada de professores: alguns conceitos, interesses, necessidades e propostas. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 10, n. 30, p. 367-387, maio/ago. 2010. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/1891/189114449009.pdf. Acesso em: 14 jan. 2023.

Downloads

Publicado

2023-06-01

Como Citar

GOMES DA SILVA, M.; LOURDES GISI, M.; TEREZINHA FILIPAK, S. Diretrizes curriculares nacionais para formação continuada de professores. REVISTA INTERSABERES, [S. l.], v. 18, p. e023tl4004, 2023. DOI: 10.22169/revint.v18.e023tl4004. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/e023tl4004. Acesso em: 18 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigo