Liderança nas escolas de magistério em Angola Leadership in Teaching Training Schools in Angola

  • Justino Cangue Universidade de Sevilha - Espanha. Faculdade da Educação, Departamento de Teoria e Historia da Educação y Pedagogia Social.

Resumo

 

 

Resumo

Com a Reforma Educacional de 2004, a formação de professores, realizada nas Escolas de Magistério em Angola, parece fundamental para inspirar o sistema de educação angolano das novas abordagens democráticas. Tentamos compreender os tipos de liderança dos diretores existentes nas Escolas, como uma variável influente na qualidade e democratização da formação de professores. Com um design de pesquisa eminentemente qualitativo, através de questionários e entrevistas, analisamos a liderança, descobrimos a existência de três tipos predominantes, liderança autocratica, liberal e democrática e, chegamos à conclusão de que ainda existem poucas escolas que apresentam um estilo democrático de gestão.

Transferência à prática

Dos centros "democráticos", podemos inferir que é necessário aumentar a eficiência distributiva dos recursos educacionais e facilitar a participação de toda a comunidade educacional. Muito relevante é o conhecimento de que o estilo de liderança promovido pelo diretor da Escola tem uma influência decisiva no corpo docente. Consequentemente, deve-se ter especial cuidado no treinamento e na seleção dos diretores. Há também vários indicadores do estilo democrático de liderança que devemos atender adequadamente: assimilação de um conceito operacional de liderança democrática, competência comunicativa e social, competência emocional, prática de valores democráticos e aplicação de pedagogias cooperativas.

Palavras-chave: Liderança, escolas de formação de professores, gestão escolar, avaliação do pessoal, democratização da educação.

Leadership in Teaching Training Schools in Angola

Abstract

With the Educational Reform of 2004, the training of teaching staff in Teacher Training Schools seems fundamental to inspire the Angolan educational system from new democratic approaches. We aim to understand the types of leadership that exist in the Schools on the part of the directors as a variable that influences the quality and democratization of the training of the teaching body. With an eminently qualitative research design, via interviews and questionnaires, we have analyzed the leadership, discovering the existence of three predominant types and have reached the conclusion that there are still few centers which have a democratic style of management.

Transfer to practice

Of the “democratic" centers, we can infer that it is necessary to increase the distributive effectiveness of the educational resources and facilitate the participation of all the educational community. Knowing that the style of leadership encouraged by the director of the School is very relevant decisively influences all the teaching staff. Consequently, it is necessary to take special care of the training and selection of the directors. There are also various indicators of the democratic style of leadership that we must duly address: the assimilation of an operational concept of leadership, communicative and social competence, emotional competence, the practice of democratic values and the application of cooperative pedagogies.

Key words: Leadership, teacher training schools, school management, staff evaluation, democratization of education.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Justino Cangue, Universidade de Sevilha - Espanha. Faculdade da Educação, Departamento de Teoria e Historia da Educação y Pedagogia Social.
Justino Cangue, Ph.D - Faculdade da Educação, Departamento de Teoria e Historia da Educação y Pedagogia Social.

Referências

ANGOLA. Princípios de Base para A Reforma do Sistema de Educação e Ensino na R.P.A. Luanda: Ministério de Educação, (1978).

ANGOLA. Balanço da implementação da 2ª Reforma Educativa em Angola. Luanda: Ministério de Educação, (2011).

ANGOLA. Decreto Executivo nº 109, que aprova a Escola de Formação de Professores em Angola, de 26 de Maio de 2011.

ANGOLA. Lei de Bases do Sistema de Educação. Assembleia Nacional.I Série – nº 170. Diário da República (Órgão Oficial da República de Angola), de 07 de Outubro de 2016.

AVOLIO, B.J., ZHU, W., KOH, W., & BHATIA, P. Transformational Leadership and Organizational Commitment: Mediating Role of Psychological Empowerment and Moderating Role Structural Distance. Journal of Organizational Behavior, 25 (8), 952-968. DOI: 10.1002/job.283, (2004).

AVOLIO, B. J., WALUMBWA, F., & WEBER, T.J. Leadership: Current Theories, Research and Future Directions. Annual Review of Psychology, 60, 421-449. DOI: 10.1146/annurev.psych.60.110707.163621, (2009).

BASS, B.M. A New Paradigm of Leadership: An Inquiry into Transformational Leaderships. Alexandria, Virginia: US Army Research Institute for the Behavioral and Social Sciences. Recuperado de: http://www.dtic.mil/dtic/tr/fulltext/u2/a306579.pdf, (1996).

BASS, B.M. The Bass Handbook of Leadership. Theory, Research and Managerial Applications (4ª. ed.). New York, NY: Free Press, (2008).

BOLHÖFER, J. (Coord.) The Making of: Leadership in Education. Hildesheim: Niedersächsisches Landesinstitut für schulische Qualitätsentwicklung, (2011).

BOLÍVAR, A. ¿Cómo un liderazgo pedagógico y distribuido mejora los logros académicos? Revisión de la investigación y propuesta. Magis. Revista Internacional de Investigación en Educación, 3(5), 79-106, (2010).

BRITO, L.M.P., & LOBO, M.E.A. A prática da gestão participativa em escolas municipais de Fortaleza. Revista Eletrônica de Ciência Administrativa. RECADN, 7 (2), 1-13, (2008).

BUSH, T. Theories of Educational Leadership and Management (3ª. ed.). London, UK: Sage Publications, (2003).

CARVALHO, M.J. A liderança na organização escolar: O diretor. Revista Práxis Educacional, 8(13), 193-209, (2012).

ESCOBAR-PÉREZ, J., & CUERVO-MARTÍNEZ, A. Validez de contenido y juicio de experto: una aproximación a su utilización. Avances en Medición, 6(1), 27-36, (2008).

DAY, C., SAMMONS, P., HOPKINS, D., HARRIS, A., LEITHWOOD, K., Gu, Q., & BROWN, E. Ten Strong Claims for Successful School Leadership in English Schools. London: National College for Leadership of Schools and Childrens Services (NCSL). Recuperado de: http://dera.ioe.ac.uk/2082/1/10-strong-claims-about-successful-school-leadership.pdf, (2010).

DELORS, J. et al. Educação um tesouro a descobrir (3ª. ed.). São Paulo: Cortez, (1999).

ESCUDERO, T. La construcción de la investigación evaluativa. El aporte desde la educación. Zaragoza: Universidad de Zaragoza, Prensas Universitarias, (2011).

EUROPEAN COMMISION Supporting the teaching professions for better learning outcomes. Communication from the Commision. Rethinking Education, Investing in skills for better socioeconomic outcomes. Recuperado de: http://ec.europa.eu/education/news/rethinking/sw374_en.pdf, (2012).

FACHADA, O. Liderança. A prática da liderança - A liderança na prática (2ª. ed.). Lisboa: Edições Sílabo, (2014).

FRAGA, N. As lideranças e os processos participativos: Uma reflexão em torno da cidadania democrática. REICE. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, 12(5), 151-171, (2014).

FRANÇA, A.C. et al. As Pessoas na Organização. São Paulo: Editora Gente, (2002).

GROS, B., FERNÁNDEZ-SALINERO, C., MARTÍNEZ, M., & ROCA, E. El liderazgo educativo en el contexto del centro escolar. Em J. Argos, & P. Ezquerra (Eds.). Liderazgo y educación (pp. 173-192). Santander: Ediciones Universidad de Cantabria, (2013).

HUNTER, J. C. Como Se Tornar um Líder Servidor (6ª ed.). Rio de Janeiro: Sextante, (2006).

Leithwood, K., Harris, A., & Hopkins, D. Seven Strong Claims about Successful School Leadership. School Leadership & Management, 28(1), 27-42. DOI: 10.1080/13632430701800060, (2008).

LEITHWOOD, K., & RIEHL, C. ¿Qué sabemos sobre liderazgo educativo? Em K. Leithwood (Ed.) ¿Cómo liderar nuestras escuelas? Aportes desde la investigación (pp. 17-34). Santiago de Chile: Fundación Chile, (2009).

LEITHWOOD, K., AITKEN, R., & JANTZI, D. Making School Smarter: Leading with the Evidence (3ª. ed.). Thousand Oaks, CA: Corwin Press, (2006).

LÓPEZ-YÁÑEZ, J., GARCÍA, E., OLIVA, N., MORETA, B., & BELLERÍN, A. El liderazgo escolar a través del análisis de la actividad diaria de los directores. REICE. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, 12(5), 61-78. (2014).

LOUIS, K.S., LEITHWOOD, K., WAHLSTROM, K.L., & ANDERSON, S.E. Investigating the Links to Improved Student Learning. Final Report of Research Findings. Minnesota: University of Minnesota, The Wallace Foundation. Recuperado de: http://www.wallacefoundation.org/knowledge-center/Documents/Investigating-the-Links-to-Improved-Student-Learning.pdf, (2010).

MCMILLAN, J. H., & SCHUMACHER, S. Investigación educativa. Una introducción conceptual (5ª. ed.). Madrid: Pearson Educación, (2015).

PENA, A.C., & SOARES, T.M. Fatores de liderança escolar e sua relação com o desempenho. Um estudo com diretores de escolas da rede pública de Minas Gerais/Brasil. REICE. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, 12(5), 43-59, (2014).

REYZÁBAL, M.V. La supervisión educativa: Una profesión compleja, ética e imprescindible. REICE. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, 13(4), 21-33, (2015).

Santana, S. da S., Gomes, R. da S., & Barbosa, J.S. O papel do gestor na elaboração e execução do projeto político pedagógico numa visão democrática. Cadernos da Pedagogia, 6(11), 62-73, (2012).

SCHNEIDER, J. F., & JUNQUEIRA, A. G. W. Estilo de Liderança: Percepção dos Profissionais de uma Organização do Ramo de Serviço Social. Revista Destaques Acadêmicos, 4(1), 49-64, (2012).

SILVA, E.P. da. A importância do gestor educacional na instituição escolar. Revista Conteúdo, 1(2), 67-83, (2009).

SLATER, C., SILVA, P., & ANTÚNEZ, S. Avances recientes sobre el liderazgo escolar en países anglófonos. REICE. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, 12(4), 5-12, (2014).

SOUSA, J.O.P.S., & SANTO, E.E.R. Uma análise dos estilos de liderança organizacional. Biblionline, 6(1), 160-169. Recuperado de: http://basessibi.c3sl.ufpr-br/brapci/v/a/9191, (2010).

SOUSA, M.J., & BAPTISTA, C.S. Como fazer investigação, dissertações, teses e relatórios. Segundo Bolonha (5ª. ed.). Lisboa: Pactor, (2011).

ZANLORENÇO, M.K., & SCHNEKENBERG, G.M. Liderança e Motivação na Gestão Escolar: o Trabalho Articulador dos Diretores das Escolas Municipais. Revista Eletrônica Lato Sensu, 3(1), 1-25. Recuperado de: http://www.unicentro.br, (2008).

Publicado
2020-12-15
Como Citar
Cangue, J. (2020). Liderança nas escolas de magistério em Angola Leadership in Teaching Training Schools in Angola. REVISTA INTERSABERES, 15(35). https://doi.org/10.22169/revint.v15i35.1959