Cibercultura e Educação: a virtualização das aulas em tempos de pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22169/revint.v17i42.2385

Palavras-chave:

Cibercultura, Educação, Pandemia

Resumo

As tecnologias digitais estão presentes na vida das pessoas e têm sido inseridas definitivamente na educação. Com o advento da pandemia da Covid-19, em primeiro momento, tivemos a suspensão das atividades educacionais e, posteriormente, a virtualização das aulas. Diante deste contexto, no qual as aulas passaram a ser ministradas virtualmente, a interação entre aluno e professor tem sido mediada pelas novas tecnologias educacionais. Assim, as chamadas tecnologias da educação e da informação adquiriram um papel central no processo de ensino e aprendizagem. Nesta sociedade que parece estar cada vez mais conectada por diversas ferramentas tecnológicas é que a cibercultura vem se desenvolvendo, produzindo informação em grande velocidade e proporcionando uma nova maneira dos indivíduos se relacionarem. A educação não fica alheia a todo este processo e daí advém o interesse deste trabalho, que consiste justamente nos reflexos da cibercultura no processo educativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fausto dos Santos Amaral Filho, Universidade Tuiuti do Paraná

Doutorado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005). Professor-pesquisador do PPGED da Universidade Tuiuti do Paraná.

Fábio Teixeira, Uninter

Mestre em educação. Doutorando em Educação pela UTP.

Downloads

Publicado

2022-11-15

Como Citar

Amaral Filho, F. dos S., & Teixeira, F. . (2022). Cibercultura e Educação: a virtualização das aulas em tempos de pandemia. REVISTA INTERSABERES, 17(42), 778–789. https://doi.org/10.22169/revint.v17i42.2385