Estado do conhecimento sobre o processo identitário dos professores da educação infantil

Autores

Palavras-chave:

educação infantil; professor; identidade profissional; estado do conhecimento.

Resumo

Esse artigo apresenta o estado do conhecimento sobre a identidade dos professores da Educação Infantil. A pesquisa de abordagem qualitativa tem como objetivo levantar as recorrências, tendências e lacunas na produção dos estudos sobre a identidade do professor. A análise de dados é baseada em Bardin (2011). O estudo é ancorado teoricamente em Romanowski e Ens (2006), Garcia (1999), Nóvoa (1992; 1995), Freire (2001), Peroza e Martins (2016), Kramer (2005), Campos (2008), entre outros. O resultado mostra que o processo identitário permeia toda a carreira docente (na formação inicial, nas práticas e na autoconsciência), mas ainda há recorrências de o profissional não ser visto como professor da educação infantil e carências de estudos sobre a temática na área, podendo ser ampliado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michelly Setlik, Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR

Mestranda em Educação, Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Professora da Rede Pública Municipal de Araucária-PR

 

Ilze Maria Coelho Machado, Secretaria de Educação do Parané. SEED-PR

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

Professora da SEED-PR.

Referências

ANDRÉ, M. D. A jovem pesquisa educacional brasileira. Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, p. 11-24, set./dez. 2006.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 4. ed. Lisboa, Portugal: Edições 70, 2011.

BARROS, A. A. M. de; AZEVEDO, H. H. O. de. A consciência se produz na dualidade. SciELO Preprints, 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/SciELOPreprints.4302

BIPATH, K. Enriquecer a identidade profissional de professores de educação infantil por meio de mentorias. The Independent Journal of Teaching and Learning, Sandton, v. 17, n. 1,p.137-150, 2022. Disponível em: http://www.scielo.org.za/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S251956702022000100009&lng=en&nrm=iso . Acesso em: 10 julho 2023.

BRASIL. Lei n.º 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União: República Federativa do Brasil: Poder Legislativo, Seção 1, Brasília, DF, 23 dez. 1996a., p. 27.833-27.841. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em: 01 jul. 2023.

CAMPOS, M; M. Educar crianças pequenas, em busca de um novo perfil de professor. Revista Retratos da Escola, v. 2, n. 2-3, p. 121-131, jan./dez. 2008. Disponível em: https://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde/article/view/130/232. Acesso em: 11 fev. 2024.

CHONG, S.; LU, T. Percepção dos professores de educação infantil sobre o self profissional e em relação às comunidades da primeira infância. Australian Journal of Teacher Education, v. 44, n. 7, p. 53-67, 2019. Disponível em: https://eric.ed.gov/?q=%22professional+identity%22+AND+%22teacher%22+AND+%22Early+Childhood+Education%22&ft=on&ff1=dtySince_2014&ff2=pubJournal+Articles&id=EJ1227822. Acesso em: 10 jul. 2023.

CHRISTENSEN, O. Identidade Montessori em Diálogo: Uma Revisão Selecionada da Literatura sobre Identidade Docente. Jornal de Pesquisa Montessori, v.5, n.2 p. 45-56, 2019. Disponível em: https://eric.ed.gov/?q=%22professional+identity%22+AND+%22teacher%22+AND+%22Early+Childhood+Education%22&ft=on&ff1=dtySince_2014&ff2=pubJournal+Articles&id=EJ1234685. Acesso em: 10 jul. 2023.

CUMMING, T. Experiências de educadores de primeira infância em seus ambientes de trabalho: moldando modos (im)possíveis de ser educador? Cumplicidade: Uma Revista Internacional de Complexidade e Educação, v.12, n.1, p. 52-66, 2015. Disponível em: https://eric.ed.gov/?q=%22professional+identity%22+AND+%22teacher%22+AND+%22Early+Childhood+Education%22&ft=on&ff1=dtySince_2014&ff2=pubJournal+Articles&id=EJ1074503 . Acesso em: 10 jul. 2023.

DELANEY, K. K.; NEUMAN, S. B. Contextos para a Prática Docente: (Re)considerando o Papel do Contexto nas Intervenções na Educação Infantil Engajamento de Professores com Novas Abordagens para a Leitura Compartilhada de Livro. Education Policy Analysis Archives, v. 24, n. 89, ago. 2016. Disponível em: https://eric.ed.gov/?q=%22professional+identity%22+AND+%22teacher%22+AND+%22Early+Childhood+Education%22&ft=on&ff1=dtySince_2014&ff2=pubJournal+Articles&id=EJ1116765. Acesso em: 10 jul. 2023.

DUBAR. Claude. A socialização: Construção das identidades sociais e profissionais. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

DUBAR. Claude. A crise das identidades. A interpretação de uma mutação. Lisboa: Afrontamento, 2006.

FERREIRA, A. B. de H. Mini Aurélio Século XXI: o minidicionário da Língua Portuguesa. 4. ed. rev. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

FIGUEROA-CESPEDES, I.; GUERRA, P.; MADRID, A. Construção da identidade docente de educadores de infância: significados retrospectivos de sua Formação Inicial de Professores. Perspectiva Educacional, Valparaíso, v. 61, n. 2, p. 45-67, 2022. Disponível em: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S071897292022000200045&lng=es&nrm=iso. Acesso em: 10 jul. 2023.

FREIRE, P. A Educação na Cidade. São Paulo: Cortez, 1991

FREIRE, M. A Formação Permanente. In: FREIRE, P. Trabalho, Comentário, Reflexão. Petrópolis, RJ: Vozes, 1991.

FREIRE, P. Política e educação: ensaios. / Paulo Freire. – 5. Ed - São Paulo, Cortez, 2001.

GARCIA, C. M. Formação de Professores: para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

GARVIS, S.; PENDERGAST, D. Pensando de forma diferente sobre bebês e crianças pequenas: explorando os reflexos dos futuros professores australianos de primeira infância na Austrália. Australian Journal of Teacher Education, v. 40, n. 4, Artigo 7 abr. 2015. Disponível em: https://eric.ed.gov/?q=%22professional+identity%22+AND+%22teacher%22+AND+%22Early+Childhood+Education%22&ft=on&ff1=dtySince_2014&ff2=pubJournal+Articles&id=EJ1057915. Acesso em: 10 jul. 2023.

GOMES, M. de O. Formação de professores na Educação Infantil. São Paulo: Cortez, 2009.

GONÇALVES, D.; RICHTER, A. C.; BASSANI, J. J. História(s) da docência na Educação Física da Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 39, n. 4, p. 362–370, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbce/a/HxD6G7FmDHDCZvfgDS3HWjP/ . Acesso em: 10 jul. 2023.

GOODSON, I. F. Dar voz ao professor: as histórias de vida dos professores e o seu desenvolvimento profissional. In: NÓVOA, A. (Org.). Vida de Professores. Lisboa: Porto Editora, p. 63-78. 1992.

HADDAD, L.; FOLQUE, M. A.; AMARAL, J. C. A. et al. Ressonâncias de uma experiência além-mar de formação continuada de professoras de educação infantil. Cadernos Cedes, Campinas v. 43, n. 119, p. 86–97, 2023. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/pvLNw5XPfbjYCRpnD9B7dqv/ . Acesso em: 10 jul. 2023.

HARWOOD, D.; TUKONIC, S. Babá ou profissional? Percepções de Profissionalismo Narradas por Educadores de Primeira Infância de Ontário. Revista Eletrônica Internacional de Educação Básica, v. 8, n. 4, p. 589-600, jun. 2016. Disponível em: https://eric.ed.gov/?q=%22professional+identity%22+AND+%22teacher%22+AND+%22Early+Childhood+Education%22&ft=on&ff1=dtySince_2014&ff2=pubJournal+Articles&id=EJ1109864 . Acesso em: 10 jul. 2023.

HUBERMAN, M. O ciclo de vida profissional de professores. In: NÓVOA, A. (Org). Vida de professores. Lisboa: Porto Editora, p. 31-61. 2000.

KRAMER, S. Profissionais de educação infantil: gestão e formação. São Paulo: Ática, 2005.

LAKATOS, E. M; MARCONI, M. de A. Técnicas de Pesquisa. Atlas. São Paulo, 2009.

MARTINS, P. L. O. A Didática teórica/didática prática: para além do confronto. Edições Loyola. São Paulo, 1989.

MINAYO, M. C. de S. (Org.). Pesquisa Social. 22 ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

NISLIN, M. A.; PAANANEN, M.; REPO, L. et al. Trabalhando com Crianças com Necessidades Especiais em Jardins de Infância Finlandeses: Profissionais e/ou Especialista? Revista Sul-Africana de Educação Infantil, v.5, n.3, Artigo 368, 2015. Disponível em: https://eric.ed.gov/?q=%22professional+identity%22+AND+%22teacher%22+AND+%22Early+Childhood+Education%22&ft=on&ff1=dtySince_2014&ff2=pubJournal+Articles&id=EJ118713 . Acesso em: 10 jul. 2023.

NÓVOA, A. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 47, n. 166, p. 1106-1133, 2017. https://doi.org/10.1590/198053144843 .

NÓVOA, A. (Org.). Os professores e a sua formação. 2.ed. Lisboa: Dom Quixote, 1995.

NÓVOA, A. (Org.). Vida de Professores. Lisboa: Porto Editora, 1992.

OLIVEIRA, R. P. de; VIVIANI, L. M. Entre a fralda e a lousa: A questão das identidades docentes em berçários. Rev. Port. de Educação, Braga, v. 32, n. 1, p. 73-90, jun. 2019. Disponível em: http://scielo.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S087191872019000100006&lng=pt&nrm=iso . Acesso em: 10 jul. 2023.

ONGARI, B.; MOLINA, P. A educadora de creche: construindo suas identidades. São Paulo: Cortez, 2003.

OSGOOD, Jayne. Reconstruindo o profissionalismo na educação infantil: o caso do “profissional emocional criticamente reflexivo”. Early Years an International Research Journal, v. 30, n. 02, p. 119-133, 2010. DOI: https://doi.org/10.1080/09575146.2010.490905.

PEREIRA, F.; LOPES, A.; DOTTA, L. T. Saberes e identidades profissionais em formação de professores com mais de 50 anos em novas tecnologias digitais. Revista. Port. de Educação, Braga, v. 35, n. 1, p. 449-470, jun. 2022. Disponível em: http://scielo.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S087191872022000100449&lng=pt&nrm=iso . Acesso em: 10 jul. 2023.

PEROZA, M. A. R; MARTINS, P. L. O. A formação de professores para a educação infantil no limiar dos vinte anos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 9.394/96. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 16, n. 50, p. 809-829, out./dez. 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.7213/1981- 416X.16.050.DS01.

PEROZA, M. A. R; SILVA, B. E. Representações sociais sobre ser professora de Educação Infantil: a constituição da identidade docente no Curso de Licenciatura em Pedagogia. REVISTA DIÁLOGO EDUCACIONAL, Curitiba, v.23, n. 76, p. 556-578, 2023. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/dialogoeducacional/article/view/29743 . Acesso em: 12 fev. 2024.

ROMANOWSKI, J. P. Formação e profissionalização docente. 1. Ed. Curitiba: Intersaberes, 2012.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educ., v.6, n.19, p.37-50, set./dez. 2006.

SEISDEDOS, M. S. R.; FERNANDEZ, J. T.; GELABERT, S. B. Como os educadores de infância iniciantes constroem sua identidade? Um olhar a partir de diferentes realidades educacionais. Perspectiva Educacional, v. 57, n. 3, p. 104-130, 2018. DOI: https://dx.doi.org/10.4151/07189729-vol.57-Iss.3-Art.766 .

SHERFINSKI, M.; HAYES, S.; ZHANG, J.; JALALIFARD, M. Do It All But Don't Kill Us": (Re)posicionamento de Professores Educadores e Professores em Preparação em Meio à Greve de Professores na Virgínia Ocidental. Education Policy Analysis Archives, v. 27, n.151, 2019. Disponível em: https://eric.ed.gov/?q=%22professional+identity%22+AND+%22teacher%22+AND+%22Early+Childhood+Education%22&ft=on&ff1=dtySince_2014&ff2=pubJournal+Articles&id=EJ1237383. Acesso em: 10 jul. 2023.

SOARES, M. B.; MACIEL, F. Alfabetização. Brasília: MEC: Inep, 2000.

SUMSION, J.; GOODFELLOW, A. Identifying Generic Skills through curriculum mapping: a critical evaluation. Australian Association for Research in Education. v. 23, n. 03, p. 329-346, 2007. DOI: https://doi.org/10.1080/0729436042000235436.

SYLVA, K. et al (Orgs.). Early Childhood Matters: Evidence from the Effective Pre-school and Primary Education Project. Londres: Routledge, 2010. E-book. Disponível em: https://www.taylorfrancis.com/books/edit/10.4324/9780203862063/early-childhood-matters-kathy-sylva-edward-melhuish-iram-siraj-blatchford-brenda-taggart-pam-sammons. Acesso em: 20 jul. 2023.

TARDIF, M. Saberes Profissionais dos Professores e Conhecimentos Universitários: elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas consequências em relação à formação para o magistério. Revista Brasileira de Educação. v. 13, p. 5-24, 2000. Disponível em: http://anped.tempsite.ws/novo_portal/rbe/rbedigital/RBDE13/RBDE13_05_MAURICE_TARDIF.pdf . Acesso em: 12 jul. 2023.

WOODROW, C. W(H)Ither the Early Childhood Teacher: Tensions for Early Childhood Professional Identity between the Policy Landscape and the Politics of Teacher Regulation. Questões Contemporâneas na Primeira Infância. v. 08, n. 03, 233-243, 2007. DOI: https://doi.org/10.2304/ciec.2007.8.3.23.

YU, W.; YOKE-YEAN, L. F.; YEW, V. G. W. A relação entre traços de personalidade, identidade profissional e envolvimento no trabalho de professores de jardim de infância novatos na província de Zhejiang. Revista da Primeira Infância do Sudeste Asiático, V. 10, p. 139-149, 2021. Disponível em: https://eric.ed.gov/?q=%22professional+identity%22+AND+%22teacher%22+AND+%22Early+Childhood+Education%22&ft=on&ff1=dtySince_2014&ff2=pubJournal+Articles&id=EJ1296718 . Acesso em: 10 jul. 2023.

Downloads

Publicado

2024-04-24

Como Citar

SETLIK, M.; MACHADO, I. M. C. Estado do conhecimento sobre o processo identitário dos professores da educação infantil. REVISTA INTERSABERES, [S. l.], p. e24do2007, 2024. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2601. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê