Autoetno(foto)grafia: pesquisa e formação em modo selfie

Resumo

Este trabalho é um recorte da tese de doutoramento que investiga uma experiência de subversão curricular e (re)invenção do self docente no contexto do estágio supervisionado em Língua Inglesa em uma universidade federal no sul do Brasil à luz do Portraiture. O componente de estágio, tradicionalmente marcado por leituras acadêmicas, entrega de planejamentos de aulas e preenchimento de relatórios, é subvertido com uma formação de professores orientada pela identidade mediante a coconstrução, em um Ateliê Biográfico de Projeto, de diferentes gêneros de narrativas autoetnográficas críticas que permitem evidenciar e prospectar selfies dos sujeitos docentes em (re)constituição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Alba Wildt, Universidade Federal do Rio Grande

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Pelotas. Professora do Instituto de Letras e Artes da Universidade Federal do Rio Grande.

Publicado
2022-04-21
Como Citar
Alba Wildt, A. P. (2022). Autoetno(foto)grafia: pesquisa e formação em modo selfie. REVISTA INTERSABERES, 17(40), 208-226. https://doi.org/10.22169/revint.v17i40.2290