A formação do professor pedagogo: história, enfrentamentos e perspectivas

Resumo

Resumo: ao analisar a nova organização do trabalho pedagógico na escola pública, observa-se que há substituição de supervisores, orientadores e administradores (denominados especialistas da Educação) pelo pedagogo unitário ou pelo Professor Pedagogo. A figura do Professor Pedagogo foi adotada a partir de 2004/2005 pela Secretaria de Estado da Educação do Paraná (Seed-PR). A adoção ocorre em virtude da substituição ao modelo anterior. Com isso, esse profissional se torna responsável por toda a articulação do processo pedagógico no interior da escola. Nesse sentido, a pesquisa objetiva analisar a relação entre o campo de formação (efetuada pelo Curso de Pedagogia da Unicentro) e o campo de atuação (representada pelas escolas estaduais e pela Equipe Pedagógica do Núcleo Regional). Para isso, a pesquisa qualitativa explora técnicas que tradicionalmente são associadas à etnografia (observação participante, entrevista e análise de documento), sendo elas realizadas com a equipe pedagógica do núcleo regional e de escolas estaduais. Além disso, os dados coletados são analisados na interlocução do contexto legislativo. Verificou-se que implantação/substituição das atribuições ao Professor Pedagogo está sendo realizada de forma gradativa a partir de 2004. Outro aspecto levantado é em relação à avaliação de como essa implementação está ocorrendo, já que, nesse sentido, ela ainda é parcial. Portanto, a pesquisa permite elucidar e apontar a necessidade de orientar os Cursos de Pedagogia, para que eles atendam aos dispositivos do Conselho Nacional de Educação, instituídos pelas Diretrizes Curriculares, as quais recomendam a formação do pedagogo em Docência e Gestão Escolar, sendo características do “novo” Professor Pedagogo.

Palavras-chave: Trabalho pedagógico; Professor Pedagogo; Pedagogia; Educação básica; Formação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clarice Schneider Linhares, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Doutora em Educação pela UTP. Pós-doutoranda da PUCPR. Professora do Curso de Pedagogia, Membro do POFORS – Grupo de Pesquisa: Políticas, Formação de Professores, Trabalho Docente e Representações Sociais, do Programa de Pós-Graduação em Educação da PUCPR. Guarapuava, Paraná, Brasil. ORCID 0000-0002-6099-3708. E-mail: clarinha_linhares@yahoo.com.br

João Pedro Crevonis Galego, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Graduando em Licenciatura em Química – PUCPR. Membro do POFORS – Grupo de Pesquisa: Políticas, Formação de Professores, Trabalho Docente e Representações Sociais, do Programa de Pós-Graduação em Educação da PUCPR. Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Curitiba, Paraná, Brasil. ORCID 0000-0002-5533-4257 . E-mail: joao-pedrogalego@hotmail.com

Publicado
2022-04-21
Como Citar
Schneider Linhares, C., & Pedro Crevonis Galego, J. (2022). A formação do professor pedagogo: história, enfrentamentos e perspectivas . REVISTA INTERSABERES, 17(40), 326-342. https://doi.org/10.22169/revint.v17i40.2282