O estado da arte do trabalho de campo no ensino de geografia e educação ambiental

  • Diego Andrade de Jesus Lelis Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Daniele Saheb Pedroso Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Daniela Gureski Rodrigues Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Resumo

RESUMO

Este artigo tem como objeto de estudo a prática do trabalho de campo no ensino de Geografia e Educação Ambiental nos anos finais do ensino fundamental. Para o seu desenvolvimento, amparou-se em uma pesquisa do tipo estado da arte, com o objetivo de mapear estudos que abordam a prática do trabalho de campo em Geografia e EA nos anos finais do ensino fundamental, a partir da produção brasileira extraída da Biblioteca Brasileira Digital de Teses e Dissertações (BDTD), desde o primeiro documento disponível na BDTD (1967) até 2019. Os principais resultados apontam a concentração das produções na Região Sudeste do país, bem como a distribuição temporal concentrada na última década. Evidencia-se que a prática do trabalho de campo aparece como metodologia favorável ao desenvolvimento de atividades que transformam o cotidiano escolar e possibilitam a vinculação entre teoria e prática. De igual maneira, destaca-se a possibilidade de
promoção da Educação Ambiental nas aulas de Geografia e a inserção das novas tecnologias no ensino e aprendizagem.

Palavras-chave: Trabalho de campo. Geografia. Educação ambiental. Estado da arte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego Andrade de Jesus Lelis, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Possui graduação em Geografia (Licenciatura) pelo Centro Universitário Claretiano-CEUCLAR (2014) e em Filosofia pelo Instituto Santo Tomás de Aquino-ISTA. (2016). Possui Especialização em Tutoria em Educação a Distância e EJA. Em Educação Especial e Ensino Religioso, e em Geografia, História e Sustentabilidade. Está Mestrando em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná-PUCPR, Faz parte do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Ambiental e Complexidade-GEPEACOM na mesma instituição e Bacharelando em Teologia pelo Studium Theologicum de Curitiba-PR.

Daniele Saheb Pedroso, Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Professora Titular do Curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Membro do Grupo de pesquisa:Aprendizagem e Conhecimento na Prática Docente (PUCPR) e Educação, Meio Ambiente e Sociedade - Universidade Federal do Paraná. DOUTORA em Educação (Programa de Pós Graduação em Educação) pela Universidade Federal do Paraná (2013). Possui GRADUAÇÃO em Pedagogia, ESPECIALIZAÇÃO em Educação, Meio Ambiente e Desenvolvimento (2006), MESTRADO em Educação (Programa de Pós Graduação em Educação) pela Universidade Federal do Paraná (2008).
Daniela Gureski Rodrigues, Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Doutoranda e Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná na linha teoria e prática pedagógica na formação de professores. Especialista em Educação Ambiental com ênfase em espaços educadores e sustentáveis(UFPR, 2015), e em Educação Infantil (UNINTER) e Pedagoga pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2013). Aperfeiçoamento em Atendimento Educacional Especializado pela UFPR. Membro do Grupo de pesquisa: Educação, Meio Ambiente e Sociedade - Universidade Federal do Paraná. e do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Ambiental e Complexidade (PUCPR). Atua no assessoramento pedagógico de escolas com foco na formação continuada de professores, escrita de materiais pedagógico na Educação Infantil e ensino superior, atuando principalmente nos seguintes temas: Complexidade, Educação Infantil, Educação Ambiental,Formação docente e Prática pedagógica.

Referências

ARAÚJO, Rodrigo Acácio Matos De. Educação socioambiental: uma análise das atitudes de estudantes do ensino fundamental. 2011. Dissertação (mestrado) - Programa de Pós- Graduação em Ensino de Ciências da Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, PE, 2011.

BARROS, Lígia. Desenvolvimento do protótipo de um atlas escolar interativo. 2007. Dissertação (mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Cartográficas da Faculdade de Ciências e Tecnologia de Presidente Prudente da UNESP, Presidente Prudente, SP, 2007.

BRASIL, Ministério da Educação Conselho Nacional de Educação Conselho Pleno. Resolução No 2, De 15 De Junho De 2012. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental.Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2012. p. 70.

BRAUN, Ani Maria Swarowsky. Rompendo os muros da sala de aula: O Trabalho de Campo como uma linguagem no ensino de Geografia. 2005. Dissertação (Mestrado em Geografia) Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2005. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/6901/000492074.pdf?sequence=1>

BREDA, Thiara Vichiato. O uso de jogos no processo de ensino aprendizagem na geografia escolar. 2013. Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ensino e História de Ciências da Terra-Universidade Estadual de Campinas., Campinas, SP, 2013.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. Dicionário em construção : interdisciplinaridade. 2. ed. São Paulo, SP: Cortez, 2002.

FERNANDES, Jean Volnei. INCLUSÃO: Educação Ambiental aplicada ao ensino de Geografia para alunos surdos no CEF 08 do Gama-DF do 6oao 9o ano do Ensino Fundamental. 2015. Dissertação (mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Geografia-Universidade de Brasília., Brasília, DF, 2015.

GROSSI, Fátima de Moulin Costa. Educação Ambiental e o livro didático no ensino fundamental. 2004. Tese (doutorado)- Programa de Pós- Graduação em Extensão Rural- Universidade Federal de Viçosa., Viçosa, MG, 2004.

KORNALEWSKI, Pâmela. Intenções de como (geo) grafar a educação ambiental: uma experiência prática. 2018. Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Geografia- Universidade Federal do Rio Grande do Sul., Porto Alegre, RS, 2018.

MENDONÇA, Francisco. Geografia e Meio Ambiente. 7. ed. São Paulo, SP: Contexto, 2004.

MUNHOZ, Edson. As práticas de campo como metodologia de ensino em Geociências e Educação Ambiental e a mediação docente no município de Pinhalzinho, SP. 2013. Dissertação (Mestrado)- Instituto de Geociências -Universidade Estadual de Campinas., Campinas, SP, 2013.

NORONHA, Daisy Pires; FERREIRA, Sueli Mara Soares Pinto. Revisões de Literatura. In: CAMPELO, Bernadete Santos; CENDÓN, Beatriz Valadares; KREMER, Jeannette Marguerite (Eds.). Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte, MG: Ed. UFMG, 2000. p. 191–198.

OLIVEIRA, Gisele Cássia Tamparowsky De. Atividades de educação ambiental desenvolvidas no ensino fundamental em duas instituições do município de Assis Chateaubriand – PR: entre o ideal da abordagem crítica e a realidade da corrente conservadora. 2013. Dissertação (Mestrado)- Programa de Pós Graduação em Geografia- Universidade Estadual do Oeste do Paraná., Marechal Cândido Rondon, PR, 2013.

PINTO, Andrea Pereira. Questões ambientais no ensino de geografia nas escolas públicas em Jataí - GO. 2015. Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Geografia-Universidade Federal de Goiás., Jataí, GO, 2015.

ROMANOWSKI, Joana Paulin; ENS, Romilda Teodora. Revista Diálogo Educacional. Revista Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, p. 37–50, 2006. Disponível em: <https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/24176>

SANTOS, Carlos Frederico Resende da Costa. Avaliação da eficiência do ensino contextualizado de educação ambiental no colégio de aplicação da universidade federal de Sergipe - UFS. 2016. Dissertação (Mestrado)- Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente - Universidade Federal de Sergipe., São Cristovão, SE, 2016. Disponível em: <https://ri.ufs.br/handle/riufs/4242>

SIDONE, Otávio José Guerci; HADDAD, Eduardo Amaral; MENA-CHALCO, Jesús Pascual. A ciência nas regiões brasileiras: evolução da produção e das redes de colaboração científica. Transinformacao, v. 28, n. 1, p. 15–31, 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-37862016000100015&lng=pt&nrm=iso>

SILVA, Narcisa Andrade Chumbinho Costa. Ensino de Geografia : vivenciando experiências em Educação Ambiental em escolas municipais de Uberaba-MG. 2013. Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Geografia-Universidade Federal de Goiás., Catalão, GO, 2013.

SOUSA, Iomara Barros De. Geotecnologias e recursos de multimídia no ensino de cartografia: percepção socioambiental do rio alcântara no município de São Gonçalo/RJ. 2014. Dissertação (Mestrado)_Programa de Pós- Graduação em Geografia- Universidade do Estado do Rio de Janeiro., Rio de Janeiro, RJ, 2014.

TIMOTEO, Camila Kwiatkoski. Análise da inserção da educação ambiental no volume I do currículo do 6o ano / 5a série do ensino fundamental do Estado de São Paulo. 2016. Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós- Graduação em Ciências Ambientais-Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, 2016.

Publicado
2021-07-25
Como Citar
Andrade de Jesus Lelis, D., Saheb Pedroso, D., & Gureski Rodrigues, D. (2021). O estado da arte do trabalho de campo no ensino de geografia e educação ambiental. REVISTA INTERSABERES, 16(38), 648-669. https://doi.org/10.22169/revint.v16i38.1977