Acessibilidade da arte ao público deficiente visual: uma ação educativa inclusiva no Museu de Arte da Universidade Federal do Paraná – MusA

Autores

  • Diele Fernanda Pedrozo de Morais UFPR - Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.22169/revint.v2i4.117

Resumo

 

Atualmente fala-se muito no assunto “inclusão”, mas o que seria incluir? Fazer com que a criança com necessidade educacional especial adapte-se ao meio, ou, adaptar o meio a essa criança? Essa reflexão vai além da deficiência, da acessibilidade e das barreiras arquitetônicas. A iniciativa de pensar a Ação Educativa voltada para o público deficiente visual se deu a partir da participação na pesquisa e montagem da Exposição Rubinski – do Silêncio, no Museu de Arte da Universidade Federal do Paraná (MusA), no ano de 2006. Em contato com a obra do artista Mário Rubinski, notou-se a possibilidade de transposição das imagens utilizando materiais que pudessem tornar táteis as linhas de contorno presentes nas composições. Para a primeira experimentação, foram convidados alunos da Escola Osny Macedo Saldanha, com idades entre 7 e 14 anos. O principal objetivo dessa iniciativa, inédita no Paraná, foi implantar no Musa não somente uma visita guiada às pessoas não-visuais, mas também criar uma interação entre as Escolas de Educação Especial e o Museu, com materiais de apoio pedagógicos que podem ser utilizados para reforçar, facilitar, e apoiar o professor, independentemente das características físicas ou intelectuais de seu aluno. Podemos dizer, a partir das experiências vivenciadas na Ação Educativa Inclusiva, que incluir é preparar não só o meio para essa criança, mas sim preparar o meio, fazendo com que ela se sinta parte de um todo.

 

 

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

MORAIS, D. F. P. de. Acessibilidade da arte ao público deficiente visual: uma ação educativa inclusiva no Museu de Arte da Universidade Federal do Paraná – MusA. REVISTA INTERSABERES, [S. l.], v. 2, n. 4, p. 201–212, 2012. DOI: 10.22169/revint.v2i4.117. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/117. Acesso em: 15 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigo