Nas teias da formação docente continuada: letramento multimodal crítico nos livros didáticos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22169/revint.v18.e023do3001

Palavras-chave:

formação docente continuada; multimodalidade; letramento multimodal crítico.

Resumo

Nesse artigo, trazemos uma parte da nossa pesquisa de doutorado e temos como objetivo principal perceber como uma formação docente continuada sobre multimodalidade e letramento multimodal crítico, empregando predominantemente textos multimodais de livros didáticos de português, inglês e espanhol, pode agregar conhecimentos e práticas de ensino para professores de uma escola pública. O referencial teórico foi sobre formação docente continuada, multimodalidade e letramento multimodal crítico. A metodologia empregada na pesquisa foi a autoconfrontação com nuances de pesquisa-ação, envolvendo uma formação docente continuada. O principal resultado foi o início de um processo de reflexão por parte dos professores de línguas que passaram a ressignificar o uso dos livros didáticos nas atividades de leitura
junto a estudantes do ensino médio.

Palavras-chave: formação docente continuada; multimodalidade; letramento multimodal crítico.

ABSTRACT

In this paper, we show a part of a doctorate research which aims to realize how that continuing teacher education on multimodality and critical multimodal literacy — using multimodal texts of Portuguese, English and Spanish textbooks — can contribute for teachers' knowledge and teaching practices at a public school. Theoretical approach is continuing teacher education, multimodality, and critical multimodal literacy. The methodology is self-confrontation with some action-research elements in a continuing teacher education. The main result was the beginning of a reflection process by language teachers in the way that they could resignify textbooks usage in reading activities for high school students.

Keywords: continuing teacher education; multimodality; critical multimodal literacy.

RESUMEN

En este artículo, presentamos parte de nuestra investigación de doctorado y tenemos como objetivo
principal percibir cómo una formación docente continua sobre multimodalidad y literacidad multimodal
crítica con el uso predominante de textos multimodales de libros didácticos de portugués, inglés y español,
puede ofrecer conocimientos y prácticas docentes para profesores de una escuela pública. El referencial
teórico fue sobre formación docente continua, multimodalidad y literacidad multimodal crítica. La
metodología empleada en la investigación fue la autoconfrontación, con rasgos de investigación-acción, en un recorrido de formación docente continua. El principal resultado fue el comienzo de un proceso de reflexión por parte de los profesores de lenguas que pasaron a resignificar el uso de los libros didácticos en las actividades de lectura con estudiantes de la educación secundaria.

Palabras-clave: formación docente continua; multimodalidad; literacidad multimodal crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michelle Soares Pinheiro, IFCE - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, campus Acaraú, graduada em Serviço Social e Letras Espanhol, especialista em Psicopedagogia, Mestre em Linguística Aplicada e Doutora em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual do Ceará.

Referências

AGUIAR, V. T. de. O verbal e o não verbal. São Paulo: UNESP, 2004.

AJAYI, L. How teachers deploy multimodal textbooks to enhance English Language learning. TESOL Journal, [s. l.], v. 6, n. 1, p. 16-35, 2012.

ALMEIDA, D. B. Do texto às imagens: As novas fronteiras do letramento visual. In: PEREIRA, R. C.; ROCCA, P. (org.). Linguística aplicada: um caminho com diferentes acessos. São Paulo: Contexto, 2009. p. 173-202.

AMARAL, E.; FERREIRA, M.; LEITE, R.; ANTÔNIO, S. Novas palavras 1, 2 e 3. 3. ed. São Paulo: FTD, 2016.

CALLOW, J. Show me: principles for assessing students visual literacy. The Reading Teacher, [s. l.], v. 6, n. 18, p. 616-626, 2008.

CELANI, M. A. A. Perguntas ainda sem resposta na formação de professores de línguas. In: GIMENEZ, T.; MONTEIRO, M. C. de G. (org.). Formação de professores de línguas na América Latina e transformação social. Campinas - SP: Pontes, 2010. p. 57 -67.

CLOT, Y.; FAÏTA, D. Gêneros e estilos em análise do trabalho: conceitos e métodos. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 25, n. 2, p. 33-60, maio/ago. 2016.

CLOT, Y.; FAÏTA, D.; FERNANDEZ, G.; SCHELLER, L. Entretiens en autoconfrontation croisée: une méthode en clinique de l’activité. Pistes, Montréal, v. 2. n. 1, p. 1-7, jun. 2000. Disponível em: https://journals.openedition.org/pistes/3833. Acesso em: 23 jun. 2018.

COIMBRA, L.; CHAVES, L. S. Cercanía Joven: língua estrangeira moderna Espanhol 1. 2. ed. São Paulo: Edições SM, 2016a.

COIMBRA, L.; CHAVES, L. S. Cercanía Joven: língua estrangeira moderna Espanhol 2. 2. ed. São Paulo: Edições SM, 2016b.

CRUZ, M. Variación diatópica del español americano a través de recursos hipermedia. Revista Comunicación, Cartago, v. 26, n. 2,. jul./dez. 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.18845/rc.v26i2-17.3446 . Acesso em: 10 mar. 2023.

DANIELLOU, F. Le travail des prescriptions. In: CONGRÉS DE LA SELF, 37., 2002, Aix-enProvence. Actes [...]. Aix-en-Provence: SELF, 2002. Disponível em: https://ergonomieself.org/wp-content/uploads/2016/01/congres-self-2002-aix-daniellou-travailprescriptions.pdf. Acesso em: 08 jan. 2019.

DOVE MOSTRA que existe beleza fora da caixa. Exame, São Paulo, 20 abr. 2016. Disponível: https://exame.com/marketing/dove-mostra-que-existe-beleza-fora-da-caixa/. Acesso em: 15 mar. 2019.

ENS, R. T.; DONATO, S. P. Ser professor e formar professores: tensões e incertezas contemporâneas. In: ENS, R. T.; BEHRENS, M. A. (org.). Ser professor: formação e os desafios na docência. Curitiba - PR: Champagnat, 2011. p. 07-14.

FERNÁNDEZ-CORBACHO, A. Aprender una segunda lengua desde un enfoque comunicativo experiencial. Programa de Desarrollo Profesional, Edunumen, Huelva, v. 1, p. 1-3, 2014.

FRANCO, C. de P.; TAVARES, K. Way to go!: língua estrangeira moderna, inglês 1, Ensino Médio. 2. ed. São Paulo: Ática, 2016a.

FRANCO, C. de P.; TAVARES, K. Way to go!: língua estrangeira moderna, inglês 3, Ensino Médio. 2. ed. São Paulo: Ática, 2016b.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 57. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

GIMENEZ, T. Desafios contemporâneos na formação de professores de línguas: contribuições da Linguística Aplicada. In: FREIRE, M. M.; VIEIRA-ABRAHÃO, M. H.; BARCELOS, A. M. F. (orgs.). Linguística aplicada e contemporaneidade. São Paulo - SP: ALAB; Campinas, SP: Pontes Editores, 2005. p. 183-201.

HALLIDAY, M. A. K. Language as social semiotic: the social interpretation of language and meaning. London: Edward Arnold, 1978.

HEMAIS, B. J. W. Práticas pedagógicas no ensino de inglês: integrando gêneros discursivos e multimodalidade. In: HEMAIS, B. J. W. (org). Gêneros discursivos e multimodalidade: desafios, reflexões e propostas no ensino de Inglês. Campinas - SP:

Pontes Editores, 2015. p. 19-34.

JEWITT, C. Multimodality, “Reading”, and “Writing” for the 21st Century. Discourse: Studies in the cultural politics of education, UK, v. 26, n. 3, p. 315-331, 2005.

KLEIMAN, Â. B.; DOS SANTOS, C. B. Estudos de letramento do professor: percursos metodológicos. In: GONÇALVES, A. V.; SILVA, W. R.; GÓIS, M. L. de S. Visibilizar a linguística aplicada: abordagens teóricas e metodológicas. Campinas - SP: Pontes

Editores, 2014. p. 183-204.

KRESS, G.; JEWITT, C.; OGBORN, J.; TSATSARELIS, C. Multimodal teaching and learning (Advances in Applied Linguistics). London: Continuum, 2001.

KRESS, G.; VAN LEEUWEN, T. Reading images: the grammar of visual design. London, New York: Routledge, 2006.

LIMA, F. Pirambu em: meu nome é favela - ações que transformam. Tribuna do Ceará, Fortaleza, 30 jun. 2015. Disponível em: http://goo.gl/BmUVKX. Acesso em: 5 jul. 2017.

NASCIMENTO, R. G. do; BEZERRA, F. A. S.; HEBERLE, V. M. Multiletramentos: iniciação à análise de imagens. Linguagem & Ensino, Pelotas - RS, v. 14, n. 2, p. 529-552, 2011.

PINHEIRO, M. S. Multimodalidade e formação docente: (re)construindo saberes e práticas na escola pública. 2020. 595 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2020.

PRETI, D. Apresentação. In: PRETI, D. (org.). Análise de textos orais. 4. ed. São Paulo: Humanitas Publicações FFL CH/USP, 1999. p. 7-12.

RIBEIRO, A. E. Multimodalidade, textos e tecnologias: provocações para a sala de aula. São Paulo: Parábola, 2021.

SANDRÉ, M. Analyser les discours oraux: Approche pluridisciplinaire. Paris: Armand Colin, 2013.

SILVA, M. Z. V. da. O letramento multimodal crítico no ensino fundamental: investigando a relação entre a abordagem do livro didático de língua inglesa e a prática docente. 2016. 327 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) - Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2016.

STREET, B. V. Letramentos sociais: abordagens críticas do letramento no desenvolvimento, na etnografia e na educação. Tradução de Marcos Bagno. São Paulo: Parábola Editorial, 2014.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis - RJ: Vozes, 2010.

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. 16. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

VILAÇA, M. L. C. O material didático no ensino de língua estrangeira: definições, modalidades e papéis. Revista Eletrônica do Centro de Humanidades, Duque de Caxias, v. 8, n. 30, jul. /set., p. 1-14, 2009.

VASCONCELOS, M. Estereótipos culturais em manuais escolaresCEB. 2012. 106 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Português no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário e de Espanhol no Ensino Básico e Secundário) –

Departamento de Educação, Universidade de Aveiro, Aveiro, Portugal, 2012.

Downloads

Publicado

2023-06-01

Como Citar

PINHEIRO, M. S. Nas teias da formação docente continuada: letramento multimodal crítico nos livros didáticos . REVISTA INTERSABERES, [S. l.], v. 18, p. e023do3001, 2023. DOI: 10.22169/revint.v18.e023do3001. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/e023do3001. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê