Possibilidades metodológicas mostradas no portal Dia a Dia Educação na abordagem Scratch

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22169/revint.v18.e023do1007

Palavras-chave:

Metodologia de ensino; Tecnologia Digital; Scratch.

Resumo

O artigo relata uma pesquisa que buscou no Portal Dia a Dia Educação as possibilidades metodológicas, que se utilizam das tecnologias digitais como instrumento para desenvolver o fazer matemático por meio da programação, com o software Scratch. Adotando uma metodologia qualitativa pelo processo da leitura seletiva, o objetivo foi levantar quais são as produções encontradas neste Portal da Secretaria de Educação do Estado do Paraná, bem como identificar, as possibilidades metodológicas quando se utiliza esta ferramenta nas aulas de Matemática. A investigação também buscou na literatura compreensões sobre como Scratch pode contribuir como instrumento de aprendizagem para estudantes que cursam a Educação Básica. Observou-se que, ainda que esta tecnologia digital seja indicada como um caminho para o aprender, a sua utilização raramente vem acompanhada de uma metodologia específica, portanto, dificultando ao professor a sua completa compreensão e utilização. Observou-se que, ainda que os trabalhos consultados relatem usos e aplicações, não é possível indicar em que propostas metodológicas o Scratch está inserido, quando utilizado nas aulas de Matemática.

Palavras-chave: Metodologia de ensino; Tecnologia Digital; Scratch.

ABSTRACT

The article reports a research that looked on the Portal Dia a Dia Educação for methodological possibilities that use digital technologies as a development instrument about mathematical work through programming using the Scratch software. Adopting a qualitative methodology for the selective reading process, the objective was to research for what are the productions found in the named Portal from the Education's Secretary of the State of Paraná, as well as to identify the methodological possibilities when using this tool in Mathematics classes. The investigation also sought in literature for understandings about how Scratch can contribute as a learning tool for students who are studying in Basic Education. It was observed that, although this digital technology is indicated as a way to learn, its use is rarely accompanied by a specific methodology, this facts make it difficult for the teacher to fully understand and use it. It was observed that, although the consulted works reported uses and applications, it is not possible to indicate in which methodological proposals Scratch is inserted when used in Mathematics classes.

Keywords: Teaching methodology; Digital Technology; Scratch.

RESUMEN

El artículo relata una investigación que buscó en el Portal Dia a Dia Educação las posibilidades metodológicas, que utilizan las tecnologías digitales como instrumento para desarrollar el hacer matemático a través de la programación, con el software Scratch. Adoptando una metodología cualitativa a través del proceso de lectura selectiva, el objetivo fue plantear cuáles son las producciones encontradas en este Portal de la Secretaría de Educación del Estado de Paraná, así como identificar las posibilidades metodológicas al utilizar esta herramienta en las clases de Matemática. La investigación también buscó en la literatura comprensiones acerca de cómo Scratch puede contribuir como una herramienta de aprendizaje para los estudiantes que asisten a la Educación Básica. Se
observó que, aunque esta tecnología digital se indica como una forma de aprender, su uso rara vez se acompaña de una metodología específica, por lo tanto, dificulta que el docente la comprenda y utilice en su totalidad. Se observó que, aunque los trabajos consultados relatan usos y aplicaciones, no es posible indicar en qué propuestas metodológicas se inserta Scratch, cuando se utiliza en las clases de Matemática.

Palabras-clave: Metodología de la enseñanza; Tecnología digital; Scratch.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Admilson Iaresk da silva, Secretaria Estadual de Educação do Estado do Paraná — SEED/PR

Mestre  no  Programa  de  Formação  Científica,  Educacional  e  Tecnológica  (PPGFCET)  pela  Universidade Tecnológica   Federal   do   Paraná   (UTFPR).

Renata Oliveira Balbino, Secretaria Estadual de Educação do Estado do Paraná — SEED/PR

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática pela Universidade Federal do Paraná (PPGECM/UFPR).

Silvana Gogolla de Mattos, Secretaria Estadual de Educação do Estado do Paraná — SEED/PR

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática pela Universidade Federal do Paraná (PPGECM/UFPR).

Luciane Ferreira Mocrosky, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Doutora em Educação Matemática, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Marco Aurélio Kalinke, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Doutor em Educação Matemática, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Referências

BIAZUSSI, D. C. G. Construindo um jogo de desafios lógicos por meio do software Scratch (Programa de Desenvolvimento Educacional – PDE). Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Foz do Iguaçu, 2016.
BIEMBENGUT, M. S. Modelagem matemática & implicações no ensino e aprendizagem de matemática. Blumenau: FURB, 1999.
BURAK, D. Modelagem matemática e a sala de aula. Encontro Paranaense de modelagem em educação matemática, v. 1, p. 1 – 10, 2004.
DIAS-URDANETA, S. C. Compreensões sobre os objetos de aprendizagem elaborados com o Geogebra a partir de um mapeamento crítico em algumas fontes de pesquisas latino-americanas, 2020. (Dissertação de Mestrado em Educação em Ciências e em Matemática). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2020.
ELIAS, A. P. A. J. Possibilidades de utilização de smartphones em sala de aula: construindo aplicativos investigativos para o trabalho com equações do 2º grau. (Dissertação de Mestrado em Formação Científica, Educacional e Tecnológica). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2018.
FARIAS, A. P.; MOTTA, M. S. Aprendendo matemática ao se programar no Sctrach, 2017 Disponível em: http://revistas.utfpr.edu.br/pb/index.php/revedutec-ct/article/view/2221. Acesso em: 01 jun. 2019.
GÓES, H. C. Expressão Gráfica: Esboço de conceituação, 2012. (Dissertação de Mestrado em Educação em Ciências e em Matemática). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2012.
GÓES, A. R. T.; GÓES, C. H. Modelagem matemática: teoria, pesquisa e práticas pedagógicas. Curitiba, Pr: Inter Saberes, 2016.
JARGAS, A. Shell Script Profissional. São Paulo: Editora Novatec, 2008.
KENSKI, V. M. Aprendizagem mediada pela tecnologia. Revista diálogo Educacional, v. 4, n. 10, 47 – 56, 2003.
KENSKI, V. M. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas: Papirus, 2012.
LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. 5 ed. São Paulo: Editora Atlas, 2003.
LÉVY, P. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. São Paulo: Editora 34, 2010.
LÉVY, P. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. São Paulo: Editora Edições Loyola, 2015.
MARJI, M. Aprenda a programar com o Scratch. São Paulo: Editora Novatec, 2014.
MELO, L. A, COSTA, T. K. L.; DUARTE, A. C. B. Pense bem: proposta e desenvolvimento de jogo digital para ensino de computação na educação básica. In: Anais do 24º Simpósio Brasileiro de informática na Educação. Campinas, v. 24, p. 346 – 355, 2013.
MIOTTO, P.A utilização do software Scratch para o ensino e aprendizagem do conceito de função (Programa de Desenvolvimento Educacional – PDE). Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2014.
MIZUKAMI, M. G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: Editora EPU, 1986.
MOJANG, Minecraft, 2019. Disponível em: https://www.minecraft.net/pt-br/what-is-minecraft/. Acesso em 02 mai. 2019.
NESI, T. L. Reformulando um objeto de aprendizagem criado no scratch: em busca de melhorias na usabilidade, 2018. (Dissertação de Mestrado em Formação Científica, Educacional e Tecnológica). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2018.
PAPERT, S. LOGO: Computadores e Educação. São Paulo: Editora Brasiliense, 1985.
PATTERSON, D. A.; HENNESSY, J. Arquitetura de computadores: uma abordagem quantitativa. 5 ed. Rio de Janeiro: Editora Elsevier, 2014.
PARANÁ. Diretrizes curriculares de matemática para a educação básica. Curitiba, 2009.
PENTEADO, M. G. Redes de Trabalho: Expansão das Possibilidades da Informática na Educação Matemática da Escola Básica. In: Bicudo, M. A. V; Borba, M. C. et al., (Orgs) Educação Matemática: pesquisa em movimento – 4 ed. – São Paulo: Editora Cortez, 2012. p. 308 – 320, 2012.
PEREIRA, F. Arcade, 2017. Disponível em: http://knoow.net/ciencinformtelec/informatica/arcade/. Acesso em 02 mai. 2019.
PRESSMAN, R. S. Engenharia de Sofware: Uma abordagem profissional. 7 ed. Porto Alegre: Editora McGraw Hill, 2011.
RESNICK, M. All I Really Need to Know (About Creative Thinking) I Learned (By Studying How Children Learn) in Kindergarten. Conferência ACM Creativity & Cognition, Washington DC, 2007.
RESNICK, M. Uma abordagem diferente para codificação. Jornal internacional de programação orientada a pessoas, v. 4, n. 1, p. 1 – 4, 2015.
RESNICK, M. Aprendizagem criativa. In: Resnick, M. Jardim de infância para a vida toda: por uma aprendizagem criativa, mão na massa e relevante para todos. Porto Alegre: Penso. p. 01 – 28, 2020.
SOCIEDADE BRASILEIRA DE COMPUTAÇÃO, Diretrizes para Ensino de computação na educação básica, 2019. Disponível em: https://www.sbc.org.br/educacao/ diretrizes-para-ensino-de-computacao-na-educacao-basica, Acesso em: 12 set. 2019.
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DO PARANÁ, Portal Dia a Dia educação, 2019. Disponível em: http://www.diaadia.pr.gov.br/. Acesso em: 05 mai. 2019.
SILVA, A. I. Em busca de possibilidades metodológicas para uso do software Scratch na educação básica, 2020. (Dissertação de Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2020.
ZOPPO, B. M. A contribuição do Scratch como possibilidade de material didático digital de Matemática no Ensino Fundamental I, 2017. (Dissertação de Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2017.

Downloads

Publicado

2023-08-10

Como Citar

IARESK DA SILVA, A.; OLIVEIRA BALBINO, R.; GOGOLLA DE MATTOS, S.; FERREIRA MOCROSKY, L.; AURÉLIO KALINKE, M. Possibilidades metodológicas mostradas no portal Dia a Dia Educação na abordagem Scratch. REVISTA INTERSABERES, [S. l.], v. 18, p. e023do1007, 2023. DOI: 10.22169/revint.v18.e023do1007. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/e023do1007. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê