Cidades Educadoras e Teoria das Representações Sociais: contextos e interfaces

Resumo

O presente artigo objetiva estabelecer relações entre os elementos teórico-epistemológicos da Teoria das Representações Sociais (TRS), idealizada por Serge Moscovici, com a concepção de Cidades Educadoras, por meio da análise de narrativas que emergem dos princípios da Carta das Cidades Educadoras. Como aporte teórico utilizamos a TRS, com base em Moscovici (2001, 2015), Jodelet (2001), Doise (2001), entre outros autores; já para o estudo sobre Cidades Educadoras apoiamo-nos em autores como Zitkoski (2005) e Moll (2019), além do texto da Carta das Cidades Educadoras (2020). O caminho metodológico foi traçado a partir da organização da Categorização Hierárquica Descendente (CHD) dos princípios elencados na carta, processado pelo software IRAMUTEQ. Para o presente estudo, optamos por realizar a análise da classe 2, denominada Direito à Educação. O discurso contido no documento destaca as palavras “educador”, “cidade” e “direito”, relacionado à concepção de que a cidade possui um potencial educador e busca da garantia do direito à educação e à cidade, ao situá-la como importante espaço/tempo da educação na cidadania.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Romilda Teodora Ens, Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP. Pós Doutora pela Universidade do Porto/Portugal. Pesquisadora Produtividade pela Fundação Araucária – Paraná (2019-2021). Professora Titular do Programa de Pós-Graduação em Educação, Mestrado e Doutorado, na linha História e Políticas da Educação, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Pesquisadora Associada da Fundação Carlos Chagas, participando do Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais, Subjetividade – Educação (CIERS-ed). Membro do Núcleo de Pesquisa Internacional em Representações Sociais (NEARS) – PUC-SP. Integrante da Red de Estudios Teóricos y Epistemológicos en Política Educativa (ReLePe). Lidera o grupo de pesquisa Políticas, Formação de Professores, Trabalho Docente e Representações Sociais (POFORS) na PUCPR, que integra a Cádetra da UNESCO sobre Profissionalização Docente, coordenada pelo CIERS-ed/FCC.

Curitiba/Paraná/Brasil

Jaqueline Salanek de Oliveira Nagel, Secretaria Municipal de Educação de Curitiba -SMEC/Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR

Doutoranda do curso de Pós-Graduação em Educação, Linha de História e Políticas da Educação pela PUCPR. Professora Pedagoga da Rede Municipal de Ensino de Curitiba/PR, Membro do Grupo de Pesquisa Políticas, Formação de Professores, Trabalho Docente e Representações Sociais – POFORS/PUCPR.

Curitiba/Paraná/Brasil

Simone Weinhardt Withers, Secretaria Municipal de Educação de Curitiba -SMEC

Doutora em Educação pela PUCPR. Pedagoga da Rede Municipal de Ensino de Curitiba/PR, Membro do Grupo de Pesquisa Políticas, Formação de Professores, Trabalho Docente e Representações Sociais – POFORS/PUCPR.

Curitiba/Paraná/Brasil

Publicado
2021-10-04
Como Citar
Ens, R. T., Nagel, J., & Withers, S. (2021). Cidades Educadoras e Teoria das Representações Sociais: contextos e interfaces . REVISTA INTERSABERES, 16(39), 1017-1033. https://doi.org/10.22169/revint.v16i39.2215