Currículo da cidade e dispositivo da infantilidade na constituição de um território educativo

Resumo

Porquanto as cidades têm um currículo, o objetivo deste artigo é mostrar a constituição, como território educativo, de um trajeto percorrido por crianças organizadas em uma experiência de educação integral caracterizada por oferecer atividades fora do espaço escolar: o Programa Escola Integrada (Belo Horizonte/MG). Baseado na perspectiva pós-crítica dos estudos curriculares, o artigo mostra que, na vivência do currículo da cidade, embora as crianças estejam inscritas em um mundo cujo modo de ser adulto é normatizado por meio do dispositivo da infantilidade (que produz sujeitos infantis desde o início da Modernidade), as crianças aprendem na/com a cidade, o que possibilita a criação de territórios educativos. Utilizando elementos da etnografia educacional e da análise de discurso foucaultiana, apresentamos aspectos para refletir sobre as práticas pedagógicas, sobretudo as referentes à constituição de subjetividades, dos programas de educação integral no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-10-06
Como Citar
Regina Batista de Souza, P., & Carolina da Silva Caldeira , M. (2021). Currículo da cidade e dispositivo da infantilidade na constituição de um território educativo. REVISTA INTERSABERES, 16(39), 1072-1096. https://doi.org/10.22169/revint.v16i39.2206