A importância do(a) advogado(a) no Sistema Único de Assistência Social (SUAS): reflexões hodiernas para sua efetivação

Autores

  • Larissa Quirino Lorena Duarte UNINTER

Resumo

A promulgação da Constituição Federal de 1988 trouxe em seu bojo o princípio da Dignidade da Pessoa Humana, que norteia a promoção da ordem e a garantia dos direitos sociais aos cidadãos. O(a) advogado(a), como indispensável à administração da justiça, presta serviço público e exerce função social, conforme preconiza o art. 2º, parágrafo 1º, do Estatuto da Advocacia e da OAB (Lei nº 8.906/94). Nessa toada, o presente trabalho tem como objetivo discutir a atuação do(a) advogado(a) no âmbito do SUAS, em específico na esfera municipal, no que diz respeito ao assessoramento do acesso aos direitos sociais, serviços socioassistenciais na gestão e nos equipamentos de referência, conforme preconiza a Política Nacional de Assistência Social (PNAS).

Palavras-chave: Advogado. SUAS. Gestão Pública Municipal.

Abstract

The promulgation of the Federal Constitution of 1988 brought with it the principle of the Dignity of the Human Person, which guides the promotion of order and the guarantee of social rights to citizens. The lawyer, as indispensable to the administration of justice, provides public service and performs a social function, as established in OAB (Law No. 8.906/94). In this context, the aim of this study is to discuss the role of the lawyer within the Sistema Único de Assistência Social (SUAS), specifically at the municipal level, regarding the support for accessing social rights, socio-assistance services in management, and reference facilities, as outlined by the Política Nacional de Assistência Social (PNAS).

Keyword: Lawyer. SUAS. Municipal Public Management.

Resumen

La promulgación de la Constitución Federal de 1988 trajo consigo el principio de la Dignidad de la Persona Humana, que orienta la promoción del orden y la garantía de los derechos sociales a los ciudadanos. El/la abogado(a), como indispensable a la administración de justicia, presta servicio público y ejerce función social, conforme lo establece el art. 2º, parágrafo 1º, del Estatuto de la Abogacía y de la OAB (Ley nº 8.906/94). En ese sentido, el presente trabajo tiene como objetivo discutir la actuación del/la abogado(a) en el ámbito del Sistema Único de Asisstencia Social (SUAS), específicamente en el ámbito municipal, en lo que respecta al asesoramiento del acceso a los derechos sociales, servicios socioasistenciales en la gestión y en los equipos de referencia, conforme lo establece la Política Nacional de Asistencia Social (PNAS).

Palabras clave: Abogado. SUAS. Gestión Pública Municipal.

Biografia do Autor

Larissa Quirino Lorena Duarte, UNINTER

Advogada. Servidora Pública Municipal – Assessora Técnica. Pós-graduada em Direito Público pela Estácio, Gestão Pública Municipal pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU e Política de Assistência Social pela UNINTER. Mestranda em Educação – Universidade Federal de Uberlândia - UFU.

Referências

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Brasília: Senado Federal, 1988. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 04 jan. 2023.

BRASIL. Lei 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Diário Oficial da União. Presidência da República, Brasília, DF, 2002. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/2002/L10406compilada.htm. Acesso em: 4 jan. 2023.

BRASIL. Lei nº 13.019, de 31 de julho de 2014. Diário Oficial da União. Presidência da República, Brasília, DF, 2014. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato20112014/2014/lei/L13019compilado.htm. Acesso em: 04 jan. 2023.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento e Combate à Fome. Secretaria Nacional de Assistência Social. Política Nacional de Assistência Social – PNAS/2004. Brasília: SNAS, 2004.

BRASIL. Lei nº 8.742, de 07 de dezembro de 1993. Diário Oficial da União. Presidência da República, Brasília, DF, 1993. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8742compilado.htm. Acesso em 04 jan. 2023.

BRASIL. NOB/SUAS – Norma Operacional Básica. 2005. Disponível em: http://www.mds.gov.br/assistenciasocial/arquivo/norma-operacional-basica-do suas.pdf/view. Acesso em: 04 jan. 2023.

BRASIL. NOB-RH/SUAS – Norma Operacional Básica de Recursos Humanos do SUAS. Resolução nº 269, de 13 de dezembro de 2006. Disponível em: http://www.mds.gov.br/assistenciasocial/gestaodotrabalho/arquivos/Norma%20Operacional%20de%20RH_SUAS.pdf/download. Acesso em: 04 jan. 2023.

BRASIL. Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais. Resolução nº 109, de 11 de novembro de 2009. Disponível em: http://www.mds.gov.br/assistenciasocial/protecaobasica/servicos/protecao-e atendimento-integral-a-familia-paif/arquivos/tipificacao-nacional.pdf/download. Acesso em: 04 jan. 2023.

BRASIL. Resolução CNAS nº 17, de 20 de junho de 2011. Disponível em: https://www.normasbrasil.com.br/norma/?id=115112. Acesso em: 04 jan. 2023.

BRASIL. Lei n. 101, de 4 de maio de 2000. Diário Oficial da União. Presidência da República, Brasília, DF, 5 maio 2000. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp101.htm. Acesso em: 4 jan. 2023.

BRASIL. Lei n. 8.906, de 4 de julho de 1994. Dispõe sobre o Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8906.htm. Acesso em: 04 jan. 2023.

BRASIL. Lei n. 8.666, de 21 de junho de 1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8666cons.htm. Acesso em: 04 jan. 2023.

BRASIL. Lei n. 14.133, de 1º de abril de 2021. Lei de Licitações e Contratos Administrativos. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2019-2022/2021/Lei/L14133.htm. Acesso em: 04 jan. 2023.

BRASIL. Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Caderno de gestão financeira e orçamentária do SUAS. Brasília, DF: MDS; Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação; Secretaria Nacional de Assistência Social, 2013ª.

COUTO, Beatriz Rojas. O direito Social e a assistências social na sociedade brasileira: uma equação possível? 3. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

COUTINHO, D. R. Qual é o papel do direito e do jurista na assistência social? In: Direito e Assistência Social. Brasília: Ministério de Desenvolvimento e Combate à Fome – MDS, 2014.

JUSTEN FILHO, M. Curso de Direito Administrativo – 10ª Edição. São Paulo: Revistas dos Tribunais, 2014.

PAES. J. E. S. Fundações, associações e entidades de interesse social: aspectos jurídicos, administrativos, contábeis, trabalhistas e tributários. 9 ed. Rio de Janeiro: Forense, 2018.

PORTO, É. G. A função social do advogado. Disponível em: http://jus.com.br/artigos/11634. Acesso em: 04 jan. 2023.

Downloads

Publicado

2023-08-30

Como Citar

QUIRINO LORENA DUARTE, L. A importância do(a) advogado(a) no Sistema Único de Assistência Social (SUAS): reflexões hodiernas para sua efetivação. Humanidades em Perspectivas, [S. l.], v. 5, n. 10, p. 106–125, 2023. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/revista-humanidades/index.php/revista-humanidades/article/view/209. Acesso em: 14 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos