Criança e adolescente: da invisibilidade social e naturalização da violência à perspectiva da proteção integral

  • Carla Cristina Teodoro

Resumo

Resumo

No contexto da realidade brasileira, falar em criança e adolescente é trazer à tona, em pleno século XXI, o fenômeno da violência, das relações sociais e da desresponsabilização do Estado em garantir os seus direitos. Reconhecer criança e adolescente como sujeito de direitos significa respeitar o seu tempo presente e não o que virá a ser; conhecer a identidade da sua construção bem como cada fase peculiar do seu desenvolvimento se faz necessário para superar as práticas violentas legitimadas na sociedade e internalizadas no âmbito familiar. O que está em pauta neste estudo são as reais possibilidades de apreender a complexidade deste fenômeno que afeta toda a sociedade. Nesse sentido, estudar e pensar a dinâmica da violência representa uma mudança de paradigma, significa produzir novos conhecimentos para debater a questão. Essa compreensão desencadeará uma reflexão crítica com subsídios para futuras análises propositivas e coletivas, focadas nas intervenções e na promoção dos direitos humanos da criança e da/o adolescente.

Palavras-chave: Criança/Adolescente. Violência intrafamiliar. Políticas públicas.

Abstract

In the context of Brazilian reality, talking about children and adolescents is to bring out, in the 21st century, the phenomenon of violence, social relations and the State's lack of responsibility in guaranteeing their rights. Recognizing children and adolescents as a subject of rights means respecting their present time and not what will become; knowing the identity of its construction as well as each peculiar stage of its development is necessary to overcome the violent practices legitimized in society and internalized within the family. What is at stake in this study are the real possibilities of understanding the complexity of this phenomenon that affects the whole of society. Thus, studying and thinking about the dynamics of violence represents a paradigm shift, it means producing new knowledge to debate the issue.

This understanding will trigger a critical reflection with subsidies for future propositional and collective analyzes, focused on interventions and the promotion of the human rights of children and adolescents.

Keywords: Child/adolescent. Intra-family violence. Public policies.

Resumen

En el contexto de la realidad brasileña, hablar de niños y adolescentes es traer a la escena, en pleno siglo XXI, el fenómeno de la violencia, de las relaciones sociales y de la ausencia de compromiso del Estado en garantizar sus derechos. Reconocer al niño y al adolescente como sujetos de derechos significa respetar su tiempo presente y no lo que vendrá a ser; conocer la identidad de su construcción, así como cada fase peculiar de su desarrollo, se hace necesario para que se superen las prácticas violentas legitimadas en la sociedad e internalizadas en el ámbito familiar. El centro de interés de este estudio son las reales posibilidades de aprehender la complejidad de ese fenómeno que afecta a toda la sociedad. En ese sentido, estudiar y pensar la dinámica de la violencia representa un cambio de paradigma, significa producir nuevos conocimientos para el debate de la cuestión. Esa comprensión desencadenará una reflexión crítica, con aportaciones para futuros análisis, en propuestas colectivas, centradas en las intervenciones y en la promoción de los derechos humanos del niño y del adolescente.

Palabras-clave: Niño/Adolescente. Violencia intrafamiliar. Políticas públicas.
Publicado
2020-08-21