O papel das mulheres católicas na política brasileira – uma trajetória histórica

Autores

  • Karen Freme Duarte Sturzenegger

Resumo

RESUMO

O artigo em questão, trata da trajetória do posicionamento da mulher na história política brasileira, que se inicia, mesmo que de forma tímida, no período da Primeira República (1889 – 1930) e vai até a contemporaneidade. Para isso, o artigo discorrerá sobre o papel da mulher na sociedade, o processo de emancipação feminina, suas conquistas, desafios e trajetória no mundo ocidental e no Brasil, destacando a contribuição da Igreja católica para estimular a inserção da mulher no espaço público. A Igreja Católica tem tido participação direta e indireta, através de seus movimentos e lideranças no que tange à influência política. Tudo isso, para pleitear, sim, a necessidade de espaço público mais justo e solidário, com respeito e equanimidade, sem preconceitos e cerceamento para todos os cidadãos, mas, de forma especial, para as mulheres.

Palavras-chave: Emancipação feminina; Direito das mulheres; Espaço público e privado da mulher; Igreja católica.

ABSTRACT

The following paper deals with the trajectory of women in Brazilian political history. It begins timidly in the period of the First Republic (1889 – 1930) and goes to contemporaneity. Thus, the study will discuss the role of women in society, the process of women's emancipation, their achievements, challenges, and trajectory in the Western world and in Brazil. The article will also mention the contribution of the Catholic Church to encourage the insertion of women in public space. In addition, the Catholic Church has a direct and indirect role, through its movements and leadership, when it comes to political influence. It reflects the growing need for a fairer and more solidary space for all citizens, especially women, in a society with no prejudice and constraints, but respect and equanimity.

Keywords: Female emancipation; Women's rights; Women's public and private space; Catholic Church.

RESUMEN

El presente artículo trata la trayectoria de la posición de la mujer en la historia política brasileña, la cual inicia, aunque de forma tímida, en el período de la Primera República (1889 – 1930) y llega hasta el presente. Para eso, este trabajo examinará el rol de la mujer en la sociedad, el proceso de emancipación femenina, sus logros, retos y trayectoria en el mundo occidental y en Brasil, enfatizando la contribución de la Iglesia Católica en el impulso a la aceptación de la mujer en el espacio público. La Iglesia Católica ha tenido participación directa e indirecta, a través de sus movimientos y liderazgos, en lo que atañe a la influencia política. Todo ello para plantear la necesidad de un espacio público más justo y solidario, caracterizado por el respeto y la ecuanimidad, sin prejuicios y restricciones para todos los ciudadanos, especialmente para las mujeres.

Palabras-clave: Emancipación femenina; Derecho de las mujeres; Espacio público y privado de la mujer; Iglesia católica.

Biografia do Autor

Karen Freme Duarte Sturzenegger

Doutoranda pelo Programa de pós-graduação Mestrado e Doutorado em Teologia (PPGT) – PUCPR. Bolsista CAPES. Mestre em Educação pelo programa de pós-graduação em Educação (PPGE) – PUCPR. Possui Formação Pedagógica em Filosofia pela Faculdades Claretianos. Graduanda em Ciências da Religião/UNINTER. Professora de Graduação e de Cursos de especialização pelo Centro Universitário Internacional Uninter.

Downloads

Publicado

2019-08-12

Como Citar

STURZENEGGER, K. F. D. O papel das mulheres católicas na política brasileira – uma trajetória histórica. Humanidades em Perspectivas, [S. l.], v. 1, n. 1, 2019. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/revista-humanidades/index.php/revista-humanidades/article/view/8. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos