A mercantilização da mulher visitante no sistema prisional: o que a sociedade não vê

  • Adriane Bührer Baglioli Brun
  • Karine da Costa Leite

Resumo

O presente artigo visa discutir os elementos socio-históricos que reafirmam a mercantilização da mulher visitante no sistema prisional. O estudo é uma pesquisa bibliográfica, para melhor compreender as relações de gênero na sociedade capitalista, bem como pesquisa documental e de campo, para traçar o perfil destas mulheres. A investigação é, também, quantitativa, tendo como participantes as mulheres visitantes da Penitenciária Central do Estado II- Unidade de Segurança do Paraná — cadastradas como amigas, namoradas, companheiras e cônjuges. Os dados analisados apresentaram o perfil socioeconômico e cultural destas mulheres, composto na maioria por: mulheres jovens, mães de um ou dois filhos; solteiras; mestiças; e com níveis incompletos de escolaridade. Consequentemente, a maioria destas mulheres não tem emprego formal e são de baixas de renda; ademais, são beneficiárias expressivas de políticas públicas, como, por exemplo, a Política de Assistência Social.

Palavras-chave: mercantilização; sistema prisional; perfil.

Abstract

This article aims to discuss the socio-historical elements that reaffirm the commercialization of visiting women in the prison system. The study is a bibliographic research to understand better gender relations in a capitalist society and a documentary and field research to trace the profile of these women. The investigation is also quantitative, having as participants the visiting women of the Penitenciária Central do Estado II - Paraná Security Unit — registered as friends, girlfriends, companions, and spouses. The treated data show the socioeconomic and cultural profile of these women, which is composed mainly of: young women who have one to two children; single; mixed-race; with incomplete schooling levels. Consequently, most of them do not have formal jobs and have low-income sources; thus, they are significant beneficiaries of public policies, such as the Social Assistance Policy.

Keywords: commodification; prison system; profile.

Resumen

El presente artículo pretende discutir los elementos sociohistóricos que reafirman la mercantilización de la mujer visitante en el sistema penitenciario. El estudio es una investigación bibliográfica, para mejor comprender las relaciones de género en la sociedad capitalista, así como investigación documental y de campo, para definir el perfil de esas mujeres. La investigación es también cualitativa, que tuvo como participantes las mujeres que visitan la Penitenciaria Central del Estado II – Unidad de Seguridad de Paraná — registradas como amigas, novias, compañeras y cónyuges. Los datos analizados presentaron el perfil socioeconómico y cultural de esas mujeres, integrado sobre todo por: mujeres jóvenes, madres de uno o dos hijos; solteras; mestizas; y con niveles incompletos de escolaridad. En consecuencia, la mayor parte de esas mujeres no tiene empleo formal y tiene baja renta; además, son beneficiarias expresivas de políticas públicas como, por ejemplo, la Política de Asistencia Social. 

Palabras-clave: mercantilización; sistema penitenciario; perfil.

Biografia do Autor

Adriane Bührer Baglioli Brun

Assistente Social, Mestre em Educação, professora do curso de Serviço Social da Uninter; Coordenadora do Curso de Bacharelado em Serviço Social UNINTER. Pesquisadora do GETFS – Grupo de Estudos e Pesquisa em Trabalho, Formação e Sociabilidade. Coordenadora do Projeto de Pesquisa na linha de pesquisa: Formação e Pratica Profissional.

Karine da Costa Leite

Assistente Social, pós-graduada em Política de Assistência Social.

Publicado
2021-06-24
Seção
Artigos