Complementaridade hidrossolar em Moçambique e as questões de sustentabilidade energética

  • António Gonçalves Fortes
  • Hermen Aurélio Fernando Beirão Universidade Rovuma
  • Agacane Adelino Mamudo Escola Secundária de Balama

Resumo

A energia é essencial para a qualidade de vida e para o desenvolvimento socioeconômico de um país. Assim, diante do cenário atual de crise energética e socioambiental global, evidencia-se a importância das fontes de energias renováveis (ER). Este estudo descritivo-exploratório, de abordagem qualitativa, analisa a viabilidade da complementaridade hidrossolar em Moçambique. Constatou-se que os sistemas fotovoltaicos, complementares à hidroeletricidade, diminuem sobremaneira a carga das usinas em períodos de estiagem e melhoram a segurança energética — sobretudo em áreas sem a cobertura da Rede Elétrica Nacional (REN). Os resultados indicaram, também, que a complementaridade hidrossolar é sustentável e responde às exigências socioambientais e energéticas, locais e internacionais, além de proporcionar qualidade e acessibilidade aos serviços prestados.

Palavras-chave: sustentabilidade; complementaridade; energias renováveis.

Abstract

Energy is essential for a country's quality of life and socioeconomic development. Given the current scenario of global energy and socio-environmental crisis, the importance of renewable energy sources (RE) is highlighted. This descriptive-exploratory study, with a qualitative approach, analyzes the feasibility of hydro-solar complementarity in Mozambique. It was found that photovoltaic systems, complementary to hydroelectricity, greatly decrease the load of plants in periods of drought and improve energy security — especially in areas without coverage by the National Electricity Grid (Rede Elétrica Nacional - REN). The results indicated that hydro-solar complementarity is sustainable and meets local and international socio-environmental and energy requirements, in addition to providing quality and accessibility to the services provided.

Keywords: sustainability; complementarity; renewable energy.

Resumen

La energía es esencial para la calidad de vida y para el desarrollo socioeconómico de un país. De esa manera, frente al actual escenario de crisis energética y socioambiental global, queda evidente la importancia de las fuentes de energías renovables (ER). Este estudio descriptivo-exploratorio de enfoque cualitativo analiza la viabilidad de la complementariedad hidro-solar en Mozambique. Se ha constatado que los sistemas fotovoltaicos, complementarios a la hidroelectricidad, disminuyen significativamente la carga de las usinas en períodos de sequía y mejoran la seguridad energética — sobre todo en áreas sin cobertura de la Red Eléctrica Nacional (REN). Los resultados indicaron, también, que la complementariedad hidro-solar es sostenible y responde a las exigencias socioambientales y energéticas, locales e internacionales, además de ofrecer calidad y accesibilidad a los servicios prestados.

Palabras-clave: sustentabilidad; complementariedad; energías renovables.

Biografia do Autor

António Gonçalves Fortes

Mestre em Engenharia Geológica e Especialista em Engenharia Ambiental. Faculdade de Ciências Naturais, Matemática e Estatística

Hermen Aurélio Fernando Beirão, Universidade Rovuma

Graduado em Ensino de Física com habilitações em Energias Renováveis. Faculdade de Ciências Naturais, Matemática e Estatística

Agacane Adelino Mamudo, Escola Secundária de Balama

Mestrando em ensino de Ciênçias Naturais pela UniRovuma. Licenciado em ensino de Física com habilitações em ensino de Matemática pela UniRovuma. Professor de Física.

Referências

ALER. Energias renováveis em Moçambique: Relatório Nacional do ponto de situação. 2. ed. Maputo: Associação Lusófona de Energias Renováveis, 2017.

ARTHUR, F.; SOLIANO, O.; MARIEZCURRENA, V. Estudo de avaliação de energias renováveis em Moçambique. Maputo: Organização Holandesa de Cooperação, 2011.

BARBOSA, C. F. O. Avaliação tecnológica, operacional e de gestão de sistemas híbridos para geração de eletricidade na região amazônica. 2006. Dissertação (Mestrado em Engenharia Elétrica) - Universidade Federal de Pará (UFPA), Belém, 2006.

BELUCO, A. Bases para uma metodologia de dimensionamento de aproveitamentos híbridos baseados em energias hidroeletrica e fotovoltaica. 2001. Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2001.

BELUCO, A.; SOUZA, P. K. DE; KRENZINGER, A. A method to evaluate the effect of complementarity in time between hydro and solar energy on the performance of hybrid hydro PV generating plants. Renewable Energy, [S.l.], v. 45, p. 24-30, 2012.

BORBA, M. C. V.; GASPAR, N. F. Um futuro com energia sustentável: iluminando o caminho. Rio de Janeiro: FAPESP, 2010.

CAILLIAU, M. et al. Integrating intermittent renewables sources into the EU electricity system by 2020: challenges and solutions. Bruxelas: Industrial Analysis and Report,

Eurelectric, 2011.

CORRÊA, M. T. Ponderadores de distância para parâmetros de complementaridade espacial de recursos energéticos renováveis no estado do rio Grande do Sul. 2018.Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Civil) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, Porto Alegre, 2018.

DUTRA, A. DA S.; MARQUES, F. V. M. DA S. O uso de energias renováveis como mecanismo de sustentabilidade. In: CONGRESSO NACIONAL DE ESCELÊNCIA EM GESTÃO, 10., 2014, Niterói. Anais[...]. Niterói: CNEG; INOVARSE, 2014

EDM. Estratégias da EDM 2018-2028. Maputo: Eletricidade de Moçambique E.P., 2018.

EIRAS, R. Segurança energética na CPLP : um imperativo estratégico. Nação e Defesa, Lisboa, v. 136, n. 5, p. 234-252, 2013.

FUNAE. Potencial solar e hídrica em Moçambique. In: Atlas: Energias renováveis em Moçambique. Maputo: FUNAE Fundo de Energia, 2020. p. 34-45.

GUEIFÃO, C.; ANDRÉ, J.; NÓBREGA, N.; CARANOVA, R.; SANTOS, J.; ANDRÉ, S.; SOUSA, J.; FALCÃO, D. Atlas das energias renováveis de Moçambique: Recursos e projectos para produção de electricidade. 1. ed. Maputo: Gesto-Energia, 2013.

HEINBERG, R. Five axioms of sustainability. Richard Heinberg, [S.l.], fev. 2007. Disponível em: http://richardheinberg.com/178-five-axioms-of-sustainability. Acesso em: 30 abr. 2020.

HULSCHER, W.; FRAENKEL, P. The Power Guide: An International Catalog of Small-Scale Energy Equipment. 2. ed. Londres: Intermediate Technology Publications, 2014.

INE. IV Recenseamento geral da população e habitação: Resultados definitivos Moçambique. Maputo: Instituto Nacional de Estatística, 2019.

MOÇAMBIQUE. Estratégia de desenvolvimento de energias novas e renováveis para o período 2011-2025. Maputo: Ministério de Energia, 2011. p 1-41.

ONU. A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. 2015. Disponível em: http://www.agenda2030.org.br/sobre/. Acesso em: 19 abr. 2019.

PINHO, J. T.; GALDINO, M. A. Manual de Engenharia para Sistemas Fotovoltaicos. Rio de Janeiro: CEPEL - CRESCESB, 2014.

SARTORI, S.; KURIYAMA, G. S. K.; ALVARENGA, T. H. P.; VIEIRA, B. S.; CAMPOS, L. M. S. Os benefícios e desafios da geração de eletricidade no contexto da sustentabilidade. In: ENGEMA - ENCONTRO INTERNACIONAL SOBRE GESTÃO EMPRESARIAL E

MEIO AMBIENTE, 19., 2017, São Paulo. Anais[...]. São Paulo: FEA-USP, 2017.

SILVA, M. A. C. DA. Factores de sustentabilidade em energias renováveis. 2012. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, Lisboa, 2012.

SILVA, S. F. DA; SOUZA, V. C. DE; LACERDA, C. D. S. Energia eólica e complementaridade energética: Uma proposta de desenvolvimento sustentável para o estado da Paraíba. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO AMBIENTAL E

SUSTENTABILIDADE - CONGESTAS, 1., 2013, João Pessoa. Anais[...]. João Pessoa: Ecogestão Brasil, 2013

SILVA, S. S. F. DA et al. Energia eólica e complementaridade energética: Estratégia e desafio para o desenvolvimento sustentável. In: ENCONTRO INTERNACIONAL SOBRE

GESTÃO EMPRESARIAL E MEIO AMBIENTE, 19., 2017, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: FEA-USP, 2017.

Publicado
2022-09-16
Como Citar
GONÇALVES FORTES, A.; FERNANDO BEIRÃO, H. A.; MAMUDO, A. A. Complementaridade hidrossolar em Moçambique e as questões de sustentabilidade energética . Revista Meio Ambiente e Sustentabilidade, v. 11, n. 22, p. 101-113, 16 set. 2022.
Seção
Artigo