Alternativas e práticas sustentáveis para um edifício sabido: edifício sede para o ministério público do Estado de Pernambuco - Bairro da Boa Vista – Recife / PE

Autores

  • artur onorio guerra moraes

DOI:

https://doi.org/10.22292/mas.v3i2.175

Resumo

RESUMO

 

Cada vez mais se acentuam os problemas de ordem ambiental no Brasil e no mundo, embora já se tenha a visão e a consciência de que é inevitável o trato coerente e objetivo de um desenvolvimento sustentável capaz de atender as demandas de consumo da população. Os detentores de conhecimentos com visão de presente e futuro podem apontar soluções técnicas e sustentáveis com lucratividade (econômico-financeira), inseridas num contexto de desenvolvimento econômico e social sem a exacerbação de programas e recursos cibernéticos aplicados em produtos dos mais variados. Na produção arquitetônica de um edifício de uso institucional, poder-se-á programar uma construção que dispense tecnologias com softwares sofisticados capazes de fechar janelas, apagar lâmpadas, visualizar ambientes, sincronizar elementos eletroeletrônicos e mecânicos de fachadas.  Tudo isso em situação remota, os chamados edifícios inteligentes. É possível se usar a tecnologia para soluções simples, funcionais e sustentáveis com procedimentos mais simples, modestos e racionais aliados à tecnologia da informação disponíveis no campo das ciências físicas e biológica (bioengenharia), de forma consciente. Além disso, pode-se contar com aspectos bioclimáticos locais – sol, vento, umidade, temperatura e luminosidade ambiental externa, recursos de concepção da arquitetura bioclimática. Projetam-se fachadas, cortinas, jardineira frontal nas esquadrias dos pavimentos, aplicação de brise-soleil, revestimentos, dutos para movimentação de ar externa e interna pelo sistema de termo-sifonamento assim como o uso consciente de fontes de energias renováveis – eólica, solar, biogás, biofertilizantes. Também se utiliza muita vegetação para proporcionar o fenômeno da fotossíntese, e conta-se ainda  com o recurso socioeconômico e financeiro regional para o projeto da construção de um EDIFÍCIO SABIDO.

 

Palavras-chaves: Edifício Sabido. Sustentabilidade. Energia Limpa. Biodigestor. Instalação Sanitária Predial a Vácuo. Edifício Inteligent.

  ABSTRACT

 

The environmental problems in Brazil and in the world have been increasingly aggravated despite the awareness and vision that a coherent and an objective perspective of sustainable development are necessary to meet the demands of public consumption. The knowledge holders with vision of present and future can point out technical and sustainable solutions with profitability (economic and financial), inserted in a context of economic and social development without exacerbation of programs and cyber resources applied on a wide variety of  products. In architectural production of a building for institutional use, it  can be possible to schedule a construction supported by technologies with sophisticated software  capable of closing windows, turning the lights off,  viewing environments, synchronizing electronic and mechanical elements of facades. All this in a remote control situation, the so-called intelligent buildings. It’s possible to use technology for ordinary, functional and sustainable solutions with rational, modest and simpler procedures associated to information technology available in the fields of physical and biological sciences (bioengineering) in a conscious way. Besides, it is possible to count on local bioclimatic aspects – sun, wind, humidity, temperature and external environmental luminosity which are resources of the bioclimatic architecture. Facades, curtains, frontal flower vases on the window frames, application of brise-soleil, coatings, ducts for external and internal air movement by thermo syphon system are projected as well as the conscious use of renewable sources of energy - wind, solar, biogas, biofertilizers. Plenty of vegetation is used in order to provide the photosynthesis phenomenon and it will be necessary to count on socio-economic resource and regional finance to support the project of building a SMART BUILDING.

 Key words: Smart building. Sustainability. Clean energy. Digester.  Building sanitary facility by vacuum. Intelligent building.

Downloads

Publicado

2013-06-17

Como Citar

MORAES, artur onorio guerra. Alternativas e práticas sustentáveis para um edifício sabido: edifício sede para o ministério público do Estado de Pernambuco - Bairro da Boa Vista – Recife / PE. Revista Meio Ambiente e Sustentabilidade, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 145–161, 2013. DOI: 10.22292/mas.v3i2.175. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/revistameioambiente/index.php/meioAmbiente/article/view/175. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo