Poecilia reticulata Peters 1859 (Cyprinodontiformes, Poeciliidae) como possível bioindicador de ambientes degradados

Autores

  • Fagner de Souza Programa de Pós-Graduação em Biologia Comparada, Núcleo de Pesquisa em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura, Universidade Estadual de Maringá.
  • Robson Alexandre Tozzo Faculdade de Apucarana e Pós-Graduação em Ecologia e Manejo de Espécies Silvestres.

DOI:

https://doi.org/10.22292/mas.v3i2.164

Resumo

RESUMO

Espécies exóticas amplamente distribuídas podem indicar mudanças no ambiente, principalmente em ambientes degradados, pois algumas destas espécies possuem características adaptativas que as ajudam a suportar variações de pressão, temperatura, espaço, luz, recursos alimentares e fluxo da água. Perante a isso, partiu-se da hipótese de que a presença da espécie exótica Poecilia reticulata Peters 1859, membro da família Poeciliidae, em ambientes naturais pode indicar distúrbios negativos no ambiente. O objetivo traçado foi o de correlacionar a presença/ausência de P. reticulata com os padrões de diversidade de espécies em alguns corpos hídricos da bacia do rio Paraná, a fim de constatar se há uma correlação evidente para considerar a espécie como uma bio-indicadora de ambientes degradados. Na relação presença/ausência e índices de diversidade de espécies, menores valores apresentados foram quando a espécie estava presente no local. Isto sugere distúrbios no ambiente, pois o sucesso desta espécie tende a estar relacionado com vários fatores ecológicos degradantes que podem estar ocorrendo neste local. Fatores como à presença de poucos recursos alimentares, que aliados ao seu comportamento generalista, proporcionam a esta espécie a opção de mudar sua dieta. Por outro lado, a presença de baixos índices de oxigênio dissolvido na água pode proporcionar maior chance de colonizar o ambiente, aumentando sua taxa de reprodução e diminuindo a taxa de mortalidade. Isso porque essa espécie é muito tolerante e na ausência de predadores, não adaptados a esse distúrbio, condições favoráveis à sobrevivência serão proporcionada a eles, sem grandes restrições.

 

Palavras-chave: Degradação ambiental. Bacia do rio Paraná. Espécies Bio-indicadoras. Espécies exóticas.

 

ABSTRACT

Exotic species largely distributed can indicate changes in the environment, mainly degraded environments, because some of these species have adaptive characteristics that help them support variations of the pressure, temperature, light, space, feed resources and water flow. Faced to this, the starting hypothesis was that the presence of exotic species Poecilia reticulata Peters 1859, member of the family Poeciliidae, in natural environments can indicate negative disturbances in the environmental. The main goal was to correlate the presence / absence of P. reticulata with patterns of species diversity in some water bodies in the Paraná River Basin in order to determine if there is a evident correlation to consider the species as a bio indicator of degraded environments. In the presence / absence relation and species diversity indices, lower values presented occurred when the species could be found at the place. This suggests disturbances in the environment, because the success of this species tends to be associated with various degrading ecological factors that may be occurring on this site. Factors such as the presence of a few feed resources, linked to its generalist behavior, provide this species the option of changing its diet. On the other hand, the presence of low levels of dissolved oxygen in water can provide a greater chance to colonize the environment, increasing its reproductive rate and reducing the mortality rate. This is why this species is highly tolerant and, in the absence of predators not adapted to this disturbance, favorable conditions for survival will be provided to them without major restrictions.

Key words: Environmental degradation. Paraná River Basin. Bio indicator species. Exotic species.

Biografia do Autor

Fagner de Souza, Programa de Pós-Graduação em Biologia Comparada, Núcleo de Pesquisa em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura, Universidade Estadual de Maringá.

Formação: Licenciatura em Ciências Biológicas, Mestrando em Biologia Comparada.

área: Ecologia de riachos e Sistemática de peixes de água doce.

Robson Alexandre Tozzo, Faculdade de Apucarana e Pós-Graduação em Ecologia e Manejo de Espécies Silvestres.

Graduando em Ciências Biológicas na FAP - Faculdade de Apucarana e Pós-Graduando em Ecologia e Manejo de Espécies Silvestres.

 

Downloads

Publicado

2013-06-17

Como Citar

DE SOUZA, F.; TOZZO, R. A. Poecilia reticulata Peters 1859 (Cyprinodontiformes, Poeciliidae) como possível bioindicador de ambientes degradados. Revista Meio Ambiente e Sustentabilidade, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 162–175, 2013. DOI: 10.22292/mas.v3i2.164. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/revistameioambiente/index.php/meioAmbiente/article/view/164. Acesso em: 14 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigo