Sistema de Registro de Preços: “Carona” na Aquisição de bens nos Órgãos Públicos

Autores

  • Adiléia Ribeiro Santos
  • Elisangela Lagos
  • Tatiane Gomes Gonçalves

Resumo

RESUMO O Sistema de Registro de Preços (SRP) se destaca como a forma mais dinâmica, econômica e eficiente nas contratações de serviços e aquisições de bens na administração pública. O artigo 8º da norma reguladora do SRP descreve o procedimento “carona”, foco de pesquisa deste trabalho. O objetivo é o de analisar e comprovar tal procedimento como um forte aliado dos princípios da eficiência e da economicidade. Assim, para estruturação deste trabalho buscou-se, a partir do levantamento bibliográfico, entender e descrever com clareza o tema. Posteriormente, os dados foram utilizados em uma pesquisa qualitativa explicativa, visando apurá-los e  compará-los com a situação real. Realizou-se, também, um estudo de caso junto a uma instituição pública de Telêmaco Borba, na qual são realizadas aquisições de bens por meio dos processos de “carona”. Ao final do estudo, pode ser comprovado  que a utilização dessa modalidade de compras, por órgãos do setor público, é fator de economicidade, eficiência e transparência.

 

Palavras-chave: Sistema de Registro de Preços. Carona. Estágios do carona. Setor público.

 

ABSTRACT

The Free Price System (SRP) stands out as the most dynamic, economic and efficient in government purchases of goods and services. The goal is to analyze and demonstrate such procedure as a strong ally of the principles of efficiency and economicity. The 8th article of the SRP regulatory standards describes the “free ride” procedure, which is the focus of this work. Thus, for structuring this work it was sought to, understand and describe with clarity the theme from  a bibliographic survey. Subsequently, the data were used in an explanatory qualitative research in order to refine and compare  them with the real situation. A case study in a public institution was also conducted.  The chosen institution is located in Telêmaco Borba, state of Paraná in Brazil, in which are made purchases of goods by means of the processes of "ride".  At the end of the study, it could be verified that the use of this modality of purchases, by public sector agencies, is a factor of economicity, efficiency and transparency.

Key words:: Free price system. Free ride. Free ride stages. Public sector.

 

RESUMEN

El sistema de registro de precios (SRP) se destaca como el más dinámico, eficiente y económico en las contrataciones de servicios y compras de bienes de la administración pública. El artículo 8 de la norma reglamentaria SRP describe el procedimiento "hacer dedo”, objetivo de la investigación de este trabajo. El objetivo es analizar y demostrar tal procedimiento como un fuerte aliado de los principios de eficiencia y economicidad. Por lo tanto, para la estructuración de este trabajo se buscó, a partir de la revisión bibliográfica, entender y describir con claridad el tema. Posteriormente, los datos fueron utilizados en una investigación cualitativa explicativa, con el objetivo de apurarlos y compararlos con la situación real. Se realizó, también, un estudio de caso junto a una institución pública de Telêmaco Borba, en la que se llevan a cabo las compras de bienes por medio de los procesos de " hacer dedo”.  Al final del estudio, se puede demostrar que el uso de esta modalidad de compras, por los organismos del sector público, es un factor de economicidad, eficiencia y transparencia.

 

Palabras-clave: Sistema de Registro de Precios. Hacer dedo. Prácticas. Sector Público.

NOTA: Hacer dedo es una expresión utilizada en la lengua portuguesa que significa una modalidad de compras rápidas utilizadas por los organismos del sector público.

Downloads

Publicado

2014-06-24

Como Citar

SANTOS, A. R.; LAGOS, E.; GONÇALVES, T. G. Sistema de Registro de Preços: “Carona” na Aquisição de bens nos Órgãos Públicos. Revista Organização Sistêmica, [S. l.], v. 5, n. 3, p. 148–174, 2014. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/revistaorganizacaosistemica/index.php/organizacaoSistemica/article/view/259. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos