Diagnóstico dos impactos ambientais causados por ações antrópicas em cavernas no município de Uruará-PA / Diagnosis of environmental impacts caused by human activity in the caves of Uruará-PA

  • Reinaldo Lucas Cajaiba Graduado em Biologia e Química, Pós graduação (lato sensu) em Ciências Biológicas, Mestre em Engenharia do Ambiente pela Utad/Portugal, Doutorando em Ambiente e Desenvolvimento pela Univates.

Resumo

Este trabalho teve como objetivo avaliar os principais impactos ambientais existente em sete cavernas no município de Uruará-PA. Os dados foram compilados numa matriz de Leopoldo, o qual leva em consideração a frequência, duração, extensão, reversibilidade, origem, sentido e o grau de impacto. Como resultado, encontraram-se ações de grandes impactos, como queimadas, trilhas, compactação do solo, erosão, desmatamentos, visitação turísticas desordenadas, presença de lixo, poluição luminosa, atividades madeireira, desvio curso d’água e atividades agropecuárias. Nossos resultados sugerem que sejam implantados programas de Educação Ambiental para concientização da população e dos proprietários dos imóveis rurais onde as cavernas estão localizadas e maiores controle e fiscalização por parte dos gestores públicos para proteção desses ambientes, além da implantação de projetos de recuperação das áreas já degradadas.

Biografia do Autor

Reinaldo Lucas Cajaiba, Graduado em Biologia e Química, Pós graduação (lato sensu) em Ciências Biológicas, Mestre em Engenharia do Ambiente pela Utad/Portugal, Doutorando em Ambiente e Desenvolvimento pela Univates.

Graduado em Biologia e Química, Pós graduação (lato sensu) em Ciências Biológicas, Mestre em Engenharia do Ambiente pela Utad/Portugal, Doutorando em Ambiente e Desenvolvimento pela Univates.

Publicado
2014-12-17
Como Citar
CAJAIBA, R. L. Diagnóstico dos impactos ambientais causados por ações antrópicas em cavernas no município de Uruará-PA / Diagnosis of environmental impacts caused by human activity in the caves of Uruará-PA. Revista Meio Ambiente e Sustentabilidade, v. 7, n. 3, p. 490 - 507, 17 dez. 2014.
Seção
Artigo