Planejamento e sustentabilidade urbana: ações de proteção dos Igarapés de Manaus

  • Rebeca Perales Rabello
  • Zita Ana Lago Rodrigues

Resumo

RESUMO

O espaço urbano, considerado como produto da história do homem, na contemporaneidade vem sofrendo sensível transformação. As grandes cidades padecem de graves problemas sociais como pobreza, lixo, e poluição.  A cidade de Manaus insere-se nesse contexto. Nos últimos anos, Manaus vem sofrendo impactos em função do imenso êxodo rural e do fluxo migratório de pessoas de outros estados, atraídos pelas expectativas de emprego no Polo Industrial. A grande maioria, entretanto, acaba segredada em favelas na periferia da cidade, o que agrava os problemas ambientais. Esse é o caso dos igarapés que cortavam a cidade, mas que se encontram, atualmente, contaminados e degradados. Este artigo tem, como objetivo, discutir o problema e analisar as ações das políticas de planejamento urbano para recuperar os poucos igarapés que ainda resistem na cidade de Manaus. Trata-se de um estudo descritivo e bibliográfico, baseado em autores que já abordaram o assunto. Os resultados mostram que alguns projetos de recuperação/revitalização dos igarapés de Manaus estão sendo desenvolvidos.

Um desses projetos é o programa de recuperação dos igarapés de Manaus promovido pelo governo do estado. Esse programa influencia diretamente a qualidade de vida da população, pois promove o saneamento e revitalização dessas fontes de água, ao mesmo tempo em que focos de doenças como malária e dengue diminuem. Há também uma contribuição importante para o equilíbrio ambiental, para o embelezamento da cidade. Além disso, propicia a criação de empregos e, consequentemente, o aumento de renda para a população. O PROSAMIM visa projetar um novo cenário urbano para áreas de igarapés, por meio da drenagem, retificação e revestimentos dos canais, além de criar condições mais favoráveis para a autodepuração das águas dessas micro bacias hidrográficas urbanas.

 

Palavras-Chave: Planejamento Urbano. Cidade de Manaus. Recuperação dos igarapés.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ABSTRACT

The urban space, regarded as a product of man’s history, has gone through considerable transformation processes in contemporary society. Large cities suffer from serious social problems such as poverty, garbage, and pollution.The city of Manaus fits in this context. In recent years, Manaus has suffered the impacts due to the immense rural exodus and the migratory flow of people from other states, who are attracted by employment expectations in the industrial hub. The great majority, however, ends up marginalized in slums on the outskirts of the city, which increases environmental problems.This is the case of creeks that cut across the city, but now are contaminated and degraded. This article aims to discuss this problem and analyze the actions of urban planning policies to retrieve the few creeks (“igarapés”)  that are still last in the city of Manaus. It is a descriptive and bibliographic study, based on authors who have already dealt with this issue. The results show that some rehabilitation/revitalization projects of the creeks in Manaus have been developed. One of these projects is the program for the recovery of creeks in Manaus promoted by the state government. This program has a direct influence on the population’s life quality, because it promotes the restoration and revitalization of these water sources and, at the same time, the outbreaks of diseases such as malaria and dengue fever are reduced. There is also an important contribution to the environmental balance, to the city embellishment. Besides, it also provides job creation and, consequently, an increase in the population’s income. The goal of PROSAMIM is to design a new urban scenario for the area of the creeks, by means of drainage, rectification and coating of channels. In addition, it intends to create more favorable conditions for the water-purifying properties of these urban micro watersheds.


Key words: Urban Planning. City of Manaus. Recovery of creeks.

 

Publicado
2013-06-17
Como Citar
RABELLO, R. P.; RODRIGUES, Z. A. L. Planejamento e sustentabilidade urbana: ações de proteção dos Igarapés de Manaus. Revista Meio Ambiente e Sustentabilidade, v. 3, n. 2, p. 80 - 101, 17 jun. 2013.
Seção
Artigo