Controle de qualidade e equivalência farmacêutica em comprimidos de metformina

  • Thayna Melo Centro Universitário Campos de Andrade
  • Vinicius Bednarczuk de Oliveira Centro Universitário Internacional - UNINTER

Resumo

A metformina é um medicamento muito importante comercializado por diversas marcas como o mais utilizado para redução dos níveis de açúcar no sangue, por conta da popularidade e eficácia contra a diabetes. As pessoas comumente se questionam se as medicações genéricas têm a mesma qualidade e eficácia dos remédios de referência. Por conta do crescimento do mercado de genéricos no Brasil muitos laboratórios acompanham essa tendência farmacêutica. Para responder a essas dúvidas, verificou-se, por meio de testes físico-químicos de peso médio, friabilidade, dureza e doseamento por titulação a qualidade, o efeito, a eficácia e a segurança de seis laboratórios, um responsável pela medicação de referência e cinco pelas opções genéricas.

Palavras-chave: equivalência farmacêutica; genéricos; Metformina.

Abstract

Metformin is a very important drug marketed by several brands as the most widely used for lowering blood sugar levels, because of its popularity and effectiveness against diabetes. People often wonder whether generic medications have the same quality and effectiveness as the reference drugs. Because of the growth of the generic market in Brazil many laboratories are following this pharmaceutical trend. To answer these questions, the quality, effect, efficacy, and safety of six laboratories, one responsible for the reference medication and five for the generic options, were verified by means of physicochemical tests of average weight, friability, hardness, and titration dosage.

Keywords: pharmaceutical equivalence; generics; Metformin.

Resumen

La metformina es un medicamento muy importante comercializado por diversas marcas como el más utilizado para la reducción de los niveles de azúcar en la sangre, dada su popularidad y eficacia contra la diabetis. Las personas frecuentemente se preguntan si las medicaciones genéricas tienen la misma calidad y eficacia de los medicamentos de referencia. Dado el crecimiento del mercado de genéricos en Brasil, muchos laboratorios acompañan esa tendencia farmacéutica. Para contestar a esas dudas, se verificó, por medio de pruebas fisicoquímicas de peso medio, friabilidad, dureza y dosificación por titulación, la calidad, el efecto, la eficacia y la seguridad de seis laboratorios, uno de ellos responsable por la medicación de referencia y cinco por las opciones genéricas.

Palabras-clave: equivalencia farmacéutica; genéricos; Metformina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thayna Melo, Centro Universitário Campos de Andrade

Graduada em Farmácia pelo Centro Universitário Internacional Uninter.

Vinicius Bednarczuk de Oliveira, Centro Universitário Internacional - UNINTER

Doutor em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Federal do Paraná e Professor pelo Centro Universitário Internacional Uninter.

Referências

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (ANVISA). Farmacopeia Brasileira. Brasília: Anvisa, 2010a. v. 2. 852 p.

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (ANVISA). Farmacopeia Brasileira. 5. ed. Brasília: Anvisa, 2010b. v. 1. p. 1159.

ARAÚJO, Lorena Ulhôa et al. Medicamentos genéricos no Brasil: panorama histórico e legislação. Revista Panamericana de Salud Pública, [S.l.], v. 28, p. 480-492, 2010.

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução da Diretoria Colegiada n.º 310, de 1º de setembro de 2004. Guia para realização do estudo e elaboração do relatório de equivalência farmacêutica e perfil de dissolução. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, 2004.

KORALKOVAS, A. Dicionário terapêutico Guanabara. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1995. p. 13-15.

NETO, Edilson Martins Rodrigues et al. Metformina: uma revisão da literatura. Saúde e Pesquisa, Maringá, v. 8, n. 2, p. 355-362, 2015. DOI: https://doi.org/10.17765/1983-1870.2015v8n2p355-362.

PEIXOTO, Maíra Moreira et al. Avaliação da qualidade de comprimidos de captopril dispensados em Feira de Santana-BA. Infarma, Brasília, v. 16, n. 13-14, p. 69-73, 2005. Disponível em: http://revistas.cff.org.br/?journal=infarma&page=article&op=view&path%5B%5D=289&path%5B%5D=278. Acesso: 26 jan. 2022.

PINTO, Daniel et al. Norma terapêutica da diabetes mellitus tipo 2: metformina: uma perspectiva crítica. Acta Medica Portuguesa, Lisboa, v. 24, n. 2, p. 331-338, 2011. Disponível em: https://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/5016/1/Diabetes_mellitus2.pdf. Acesso em: 26 jan. 2022.

SILVA, Penildon. Farmacologia. 7. ed. São Paulo: Guanabara Koogan, 2006.

STORPIRTIS, Sílvia et al. A equivalência farmacêutica no contexto da intercambialidade entre medicamentos genéricos e de referência: bases técnicas e científicas. Infarma, Brasília, v. 16, n. 9, p. 51-56, 2004. Disponível em: http://revistas.cff.org.br/?journal=infarma&page=article&op=view&path%5B%5D=303. Acesso em: 26 jan. 2022.

STORPIRTIS, S.; PINHO, J. de J. R. G. de . Estudo comparativo “in vitro" das propriedades biofarmacotécnicas de comprimidos de cloridrato de metformina comercializados no Brasil. Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences, São Paulo, v. 37, n. 1, 2001.

VIEIRA, Fabiola Sulpino; ZUCCHI, Paola. Diferenças de preços entre medicamentos genéricos e de referência no Brasil. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 40, n. 3, p. 444-449, 2006. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-89102006000300012.

XAVIER, M. P.; SOUSA, S. F. Análise do teor de ácido acetilsalicílico 100mg em comprimidos comercializados no município de Gurupi-TO. Revista Amazônia, Gurupi, v. 1, n. 3, p. 35-42, 2013. Disponível em: http://ojs.unirg.edu.br/index.php/2/article/view/517. Acesso em: 26 jan. 2022.

Publicado
2022-02-16
Seção
Artigos