Priorização de projetos: ferramenta de balanced scorecard, agregando valor à tomada de decisão

Autores

  • Brunoi Blum
  • Rodrigo Vaz dos Santos
  • Nelson Pereira Castanheira

Resumo

O presente artigo destaca a importância da assertividade na priorização de projetos e atividades, baseada na ferramenta de balanced scorecard. Durante o estudo, tal modelo mostrou-se uma poderosa ferramenta competitiva para a organização, uma vez que permite aos executivos a priorização de projetos e atividades baseada em critérios por eles definidos, levando em consideração a importância relativa entre os múltiplos projetos a serem considerados e garantindo o pleno cumprimento do Planejamento Estratégico (PE). Existem diversas abordagens na literatura enfatizando a importância de promover o alinhamento estratégico e o seu desempenho operacional por meio do sistema de métricas. Um dos modelos mais difundidos é o balanced scorecard. Este artigo tem ainda como objetivo discutir os fatores críticos de sucesso na implementação do balanced scorecard, bem como o pro­cesso de mudança e as técnicas envolvidas nos bastidores dessa implementação. A abordagem metodológica utilizada foi a estrutura teórica, extraída de literatura especializada. Concluiu-se que existem diversas abordagens na literatura enfatizando a importância de promover o alinhamento estratégico e o seu desempenho operacional por meio de sistema de métricas. Um dos modelos mais difundidos é o balanced scorecard.

Palavras-chave: Balanced Scorecard. Mapa estratégico. Priorização de projetos. Planejamento Estratégico.

Biografia do Autor

Brunoi Blum

Rodrigo Vaz dos Santos

Nelson Pereira Castanheira

Downloads

Publicado

2012-06-29

Como Citar

BLUM, B.; SANTOS, R. V. dos; CASTANHEIRA, N. P. Priorização de projetos: ferramenta de balanced scorecard, agregando valor à tomada de decisão. Revista Organização Sistêmica, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 89–109, 2012. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/revistaorganizacaosistemica/index.php/organizacaoSistemica/article/view/64. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos