A importância da gestão de custo focada na preservação do capital intelectual das empresas para enfrentar tempos de austeridade

  • Antonio Henrique Sobrinho de Sousa UNINTER
  • Francisco Oliveira Cruz Granatto

Resumo

Atualmente, as organizações vivem momentos difíceis, de austeridade, redução intensa de custos, e necessidade de garantir produção lucrativa apesar de muitas demissões. Para contenção eficaz de gastos em momentos de crise é fundamental uma boa gestão de custos de modo que, futuramente, também haja certa vantagem competitiva. Isto posto, este artigo investiga a gestão de custos — por meio de levantamento bibliográfico e análise exploratória qualitativa — de algumas empresas da região de Carajás-PA, principalmente de uma multinacional que passou por várias crises e precisou otimizar recursos em razão da queda do preço de suas commodities. Para evitar perda de capital intelectual, as empresas devem adotar planejamento estratégico de custo que envolva métodos de contabilidade para saber com o que e quando utilizar seus recursos financeiros, e assim garantir estabilidade e competitividade no mercado sem precisar demitir seus colaboradores.

Palavras-chave: custos; austeridade; crises; gestão; capital intelectual.

Abstract 

Currently, organizations are going through difficult times of austerity, intense cost-cutting, and the need to ensure profitable production despite many layoffs. For effective cost containment in times of crisis, good cost management is fundamental, so that in the future there will also be a certain competitive advantage. Therefore, this article investigates cost management — by means of a bibliographical survey and qualitative exploratory analysis — of some companies from Carajás-PA region, mainly of a multinational company that has gone through several crises and needed to optimize resources due to the fall in the price of its commodities. To avoid loss of intellectual capital, companies should adopt strategic cost planning that involves accounting methods to know with what and when to use their financial resources, and thus ensure stability and competitiveness in the market without having to lay off their employees.

Keywords: costs; austerity; crises; management; intellectual capital.

Resumen

Las organizaciones actualmente están enfrentando momentos difíciles, de austeridad, reducción intensa de costos y necesidad de garantizar producción lucrativa, a pesar de la reducción de personal. Para una contención eficaz de gastos en momento de crisis, es fundamental una buena gestión de costos, de manera que, en el futuro, haya una cierta ventaja competitiva. Frente a eso, este artículo investiga la gestión de costos — por medio de revisión bibliográfica y análisis exploratorio cualitativo — de algunas empresas de la región de Carajás-PA, principalmente una multinacional que ha enfrentado varias crisis y ha necesitado optimizar recursos por la caída de los precios de sus commodities. Para evitar la pérdida de su capital intelectual, las empresas tienen que asumir planificación estratégica de costos, que incluya métodos de contabilidad para saber con qué y cuándo utilizar sus recursos financieros; de esa forma, podrán asegurar estabilidad y competitividad en el mercado, sin necesitar deshacerse de sus trabajadores.

Palabras-clave: costos; austeridad; crisis; gestión; capital intelectual.

Biografia do Autor

Antonio Henrique Sobrinho de Sousa, UNINTER

Técnico de Planejamento e Programação de Manutenção. Graduado em Gestão de Recursos Humanos (Uninter), Pós-Graduando em Administração e Finanças (Uninter).

Francisco Oliveira Cruz Granatto

Bacharel em Ciências Contábeis (Estácio), Pós-Graduado em Controladoria (Universidade Federal do Paraná).

Referências

ANTUNES, Maria Thereza Pompa. Capital Intelectual. São Paulo: Atlas, 2000.

BORNIA, A. C. Análise Gerencial de Custos. Porto Alegre: Bookman, 2002.

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DE SÃO PAULO (CRC-SP). Custo Sobre Contabilidade de Custo. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1992.

DRUCKER, Peter. Prática da Administração de Empresa. 1. ed. São Paulo: Pioneira, 1998.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2009.

GOULART JÚNIOR, R. Custeio e Precificação no ciclo de vida das empresas. 2000. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) — Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, UFSC, Florianópolis, 2000.

HORNGREEN, Charles. Contabilidade de custos: uma abordagem gerencial. 11. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2004.

LEONE, George Sebastião Guerra. Curso de Contabilidade de Custos. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

LEONE, George Sebastiao Guerra. Custos: um enfoque administrativo. 7. ed. Rio de Janeiro: FGV, 1983.

MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1992.

MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MINAYO, Maria Cecilia de Souza. O desafio do conhecimento. São Paulo: Hucitec, 1993.

PADOVEZE, Clóvis Luís. Contabilidade gerencial: um enfoque em sistema de informação contábil. São Paulo: Atlas, 1996.

PEREZ JÚNIOR, J. H.; OLIVEIRA, L. M.; COSTA, R. G. Gestão Estratégica de Custos. São Paulo: Altas, 2001.

SCHIER, C. U. C. Gestão de Custos. 2. ed. Curitiba: IBPEX, 2012.

STEWART, Thomas A. Capital Intelectual. 6. ed. Trad. Ana Beatriz Rodrigues e Priscilla Martins Celeste. Rio de Janeiro: Campos, 1998.

Publicado
2021-08-03
Seção
Artigos