A escolha correta da forma de remuneração de pessoal como forma de diminuir a rotatividade em uma rede hoteleira do Sul do Brasil

Autores

  • Sandro Dias Colares UNINTER
  • Viviane Maria Penteado Garbelini UNINTER

Resumo

RESUMO

A presente pesquisa foi realizada a partir do acompanhamento de dados durante um período de quatro anos em uma rede hoteleira, presente em quatro  cidades do interior do estado do Rio Grande do Sul, na área de Recursos Humanos. O objetivo foi o de mostrar que a falta da aplicação de novos métodos de remuneração de pessoal contribui diretamente no problema da rotatividade nas organizações. Para isso, o estudo apresentou como método a pesquisa exploratória e descritiva, utilizando um estudo de caso como fundamento teórico sobre o  tema abordado. No mercado de trabalho atual, as empresas, apresentam dificuldades para efetuar processos de admissão de novos colaboradores com competências e habilidades capazes de se tornarem um diferencial competitivo à empresa. Tendo em vista esse fato, verifica-se que a rotatividade de pessoas nas organizações apresenta diversas razões. Os motivos vão desde processos mal conduzidos de recrutamento e seleção, passando pela falta de mão de obra qualificada para as funções requeridas  até a forma de remuneração aplicada na empresa, tema principal deste presente estudo. A coleta de dados realizou-se por meio da aplicação de um roteiro de entrevista estruturada e um questionário aplicado ao gerente de recursos humanos e aos colaboradores, respectivamente. A análise dos dados foi realizada mediante ferramentas estatísticas e apresentadas por meio de gráficos e textos explicativos. Observou-se que as práticas da empresa em relação à remuneração podem ser melhoradas com a aplicação de novos métodos. A partir dos resultados obtidos, elaboraram-se recomendações e sugestões que poderão beneficiar a empresa em futuras contratações.

 

Palavras-chave: Remuneração. Rotatividade. Recursos Humanos.

ABSTRACT

The present research was conducted from the monitoring of data during a period of four years in a hotel chain, present in four cities in the countryside of the state of Rio Grande do Sul, Brazil, in the area of Human Resources. The objective was to show that the lack of new application methods of staff remuneration contributes directly on the problem of turnover in organizations. For this reason, the study presented as a method the exploratory and descriptive research, by means of  a case study as theoretical background about the topic discussed. In the present job market, companies have difficulties to perform admission processes of new employees with skills and abilities capable of becoming a competitive differentiator to the company. In view of this fact, it can be verified that the high turnover of people in organizations presents several reasons. The reasons rage from poorly conducted processes of recruitment and selection, passing by the lack of skilled workforce for the required positions until the form of remuneration applied in company, main theme of this study. The data collection was carried out by means of the application of a structured interview and a questionnaire applied to the human resources manager and employees, respectively. The data processing was achieved by  statistical tools and presented by means of graphs and explanatory texts. It was observed that the company's practices in relation to remuneration can be improved with the application of new methods. From the results obtained recommendations and suggestions have been elaborated that will benefit the company in future hires.

 

Key words: Remuneration. Turnover. Human Resources.

 

Downloads

Publicado

2014-12-15

Como Citar

COLARES, S. D.; GARBELINI, V. M. P. A escolha correta da forma de remuneração de pessoal como forma de diminuir a rotatividade em uma rede hoteleira do Sul do Brasil. Revista Organização Sistêmica, [S. l.], v. 6, n. 3, p. 87–106, 2014. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/revistaorganizacaosistemica/index.php/organizacaoSistemica/article/view/264. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)