ESTUDO COMPARATIVO DE NORMAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE

Autores

  • Cristiane Ferreira Pinto
  • Luiz Fernando Carvalho

Resumo

A globalização dos mercados e das economias é um evento que provoca impacto significativo no mercado atual. Esta mudança ocasionou a necessidade de implantar modelos e princípios contábeis e financeiros que sejam utilizados e compreendidos pelos diferentes usuários de informações financeiras em todo o mundo e facilitem assim a comparação e consistência dessas informações. O Brasil, que vinha dando passos tímidos no caminho da harmonização contábil, ingressou definitivamente nestes processos a partir de 2007, com advento da Instrução Conselho de Valores Mobiliários (CVM) nº 457, que determina que as demonstrações financeiras consolidadas das companhias listadas no mercado brasileiro deverão ser preparadas, obrigatoriamente, de acordo com as International Financial Reporting Standards (IFRS) a partir de 2010. A adoção de um conjunto de normas contábeis, como as IFRS no Brasil, representa portanto, um passo relevante em busca de um nível mais elevado de Governança Corporativa e transparência ao usuário.

 

PALAVRAS- CHAVES: IFRS. Normas Contábeis Brasileiras. Harmonização Contábil.

 

Downloads

Publicado

2012-12-14

Como Citar

PINTO, C. F.; CARVALHO, L. F. ESTUDO COMPARATIVO DE NORMAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE. Revista Organização Sistêmica, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 22–32, 2012. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/revistaorganizacaosistemica/index.php/organizacaoSistemica/article/view/135. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos