DIGITALIZAÇÃO DA TELEVISÃO EM MOÇAMBIQUE:ESTRATÉGIAS, POLÍTICAS E RECONFIGURAÇÃO

Autores

  • João Miguel Universidade Eduardo Mondlane

DOI:

https://doi.org/10.21882/ruc.v3i4.578

Resumo

Faz-seneste artigo a reflexão sobre o fenômeno da digitalização datelevisão em Moçambique. Este esforço descritivo e analíticoinsere-se no âmbito de uma pesquisa que vem sendo desenvolvida desde2013, na qual se pretendiam alcançar os objectivos seguintes:compreendero que é digitalização da TV e quais as diferenças entre asplataformas analógica e digital; descrever as políticas e asestratégias que o governo de Moçambique está a adotar, desde queanunciou a migração digital; analisar criticamente as açõesdesenvolvidas e os atores envolvidos no encaminhamento da migraçãodigital; analisar as lógicas subjacentes, os interesses em jogo eaveriguar que passos o governo está ou pretende fazer para que atransição ocorra a partir de junho de 2015.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Miguel, Universidade Eduardo Mondlane

Doutor em Ciências da Comunicação pela UNISNOS; docente da Escola de Comunicação e Artes da Universidade Eduardo Mondlane. Possui livro, artigos científicos e capítulos de livros sobre Economia Política da Comunicação (EPC), matriz teórica onde realiza sua pesquisa.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2015-08-06

Como Citar

MIGUEL, J. DIGITALIZAÇÃO DA TELEVISÃO EM MOÇAMBIQUE:ESTRATÉGIAS, POLÍTICAS E RECONFIGURAÇÃO. Revista UNINTER de Comunicação, [S. l.], v. 3, n. 4, p. 84–105, 2015. DOI: 10.21882/ruc.v3i4.578. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/revistacomunicacao/index.php/revista/article/view/578. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos