Atuação do serviço social na equipe multiprofissional na saúde: demandas e desafios no contexto da COVID-19

Autores

  • Jennifer Abilio Santana Universidade Federal de Alagoas
  • Milena Gomes de Medeiros

Resumo

O objetivo deste artigo é refletir acerca da atuação do serviço social na residência multiprofissional durante a pandemia da Covid-19. A partir da compreensão da residência multiprofissional em saúde como campo privilegiado densino na área, discutiremos as demandas sociais e profissionais do serviço social através de seu papel nas equipes multiprofissionais em saúde. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, do tipo relato de experiência, resultante das vivências, atividades, ações assistenciais e socioeducativas realizadas no período da pandemia da Covid-19, bem como de pesquisas bibliográfica e documental.

Palavras-chave: residência multiprofissional; serviço social; pandemia da covid-19; educação em saúde.  

Abstract

This article objective is to reflect on the social work’s role in multiprofessional residencies in the Covid-19 pandemic. Based on the multiprofessional residency in health understood as a privileged field for teaching in the area, we will discuss social work’s social and professional demands through its role in multiprofessional health teams. This is a qualitative, experience report study resulting from experiences, activities, care and social-educational actions carried out during Covid-19 pandemic’s period, as well as from bibliographic and documentary research.

Keywords: multi-professional residency; Social Service; Covid-19 Pandemic; health education.

Resumen

El objetivo de este artículo es reflexionar acerca de la acción del trabajo social en la residencia multiprofesional durante la pandemia del Covid-19. Al concebirse la residencia multiprofesional en salud como campo privilegiado de educación en el área, discutiremos los requerimientos sociales y profesionales del trabajo social en su rol en los equipos multiprofesionales de salud. Se trata de un estudio de naturaleza cualitativa, del tipo relato de experiencia, producto de vivencias, actividades, acciones asistenciales y socioeducativas realizadas en el periodo de la pandemia del Covid-19, así como de investigación bibliográfica y documental.

Palabras-clave: residencia multiprofesional; trabajo social; pandemia del Covid-19; educación en salud.  

Biografia do Autor

Jennifer Abilio Santana, Universidade Federal de Alagoas

Assistente Social graduada pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Residente do Programa de Residência em Saúde do Adulto e do Idoso. Especialista em Gerontologia Social pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Milena Gomes de Medeiros

Doutora em Serviço Social pelo PPGSS da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Docente do curso de Serviço Social da Universidade Federal de Alagoas (FSSO/UFAL). Tutora do Programa da Residência Multiprofissional de saúde do adulto e do Idoso/UFAL/HU.

Referências

BELARMINO, A. C. et al. Práticas colaborativas em equipe de saúde diante da pandemia de COVID-19. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, DF, v. 73, 2020. Suplemento 6.

BEZERRA, A. L. S.; MEDEIROS, M. G. Serviço Social e Crise Estrutural do Capital em Tempos de Pandemia. Temporalis, Brasília, ano 21, n. 41, p. 53-69, jan./jun. 2021.

BRASIL. Assistência de Média e Alta Complexidade no SUS. Brasília: CONASS, 2011. 223 p. (Para Entender a Gestão do SUS 2011). Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/colec_progestores_livro9.pdf. Acesso em: 2 set. 2022.

BRASIL. Código de ética do/a assistente social. Lei 8.662/93 de regulamentação da profissão. 10. ed. rev. atual. Brasília: Conselho Federal de Serviço Social, 2012. Disponível em: http://www.cresspr.org.br/site/wp content/uploads/2010/08/CEP_CFESS-SITE.pdf. Acesso em: 2 set. 2022.

BRASIL. Decreto n.º 69.541, de 20 de março de 2020. Declara a situação de emergência no Estado de Alagoas e intensifica as medidas para enfrentamento da emergência de Saúde Pública de importância internacional decorrente do Covid – 19 (Coronavírus) no âmbito do Estado de Alagoas, e dá outras providências. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, 19 mar. 2020. Disponível em: http://www.procuradoria.al.gov.br/legislacao/boletim-informativo/legislacao-estadual/DECRETO%20N-a6%2069.541-%20DE%2020%20DE%20MAR-cO%20DE%202020.pdf/view?searchterm=. Acesso em: 2 set. 2022.

BRASIL. Lei n.º 8080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil: seção 1, ano 128, n. 182, Brasília, DF, 20 set. 1990. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8080.htm. Acesso em: 2 set. 2022.

BRASIL. Ministério da Saúde. Protocolo de manejo clínico da Covid-19 na Atenção Especializada [recurso eletrônico]. 1. ed. rev. Brasília: Ministério da Saúde, 2020. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manejo_clinico_covid-19_atencao_especializada.pdf . Acesso em: 2 set. 2022.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Portaria nº 485, de 11 de novembro de 2005. Aprova a Norma Regulamentadora nº 32 (Segurança e Saúde no Trabalho em Estabelecimentos de Saúde). Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil: seção 1, Brasília, DF, 16 nov. 2005. Disponível em: http://www.mte.gov.br/legislacao/portarias/2005/p_20051111_485.pdf. Acesso em: 2 set. 2022.

BRASIL. Portaria Interministerial nº 506. Altera o art. 1o- da Portaria Interministerial no- 45/ME/MS, de 12 de janeiro de 2007, que dispõe sobre a Residência Multiprofissional em Saúde e a Residência em Área Profissional da Saúde. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil: seção 1, n. 19, Brasília, DF, p. 12, 24 abr. 2008. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/sesu/arquivos/pdf/residencia/portaria_506_08.pdf. Acesso em: 2 set. 2022.

BRASIL. Resolução nº 5, CNRMS. Dispõe sobre a duração e a carga horária dos programas de Residência em Área Profissional da Saúde nas modalidades multiprofissional e uniprofissional e sobre a avaliação e a frequência dos profissionais da saúde residentes. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil: seção 1, n. 217, Brasília, DF, p. 34, 7 nov. 2014. Disponível em: https://abmes.org.br/arquivos/legislacoes/Res-CNRMS-05-2014-11-07.pdf. Acesso em: 2 set. 2022.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Portaria n.º 485, de 11 de novembro de 2005. Aprova a Norma Regulamentadora nº 32 (Segurança e Saúde no Trabalho em Estabelecimentos de Saúde). Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil: seção 1, Brasília, DF, 16 nov. 2005. Disponível em: http://www.mte.gov.br/legislacao/portarias/2005/p_20051111_485.pdf. Acesso em: 2 set. 2022.

BRASIL. Portaria Interministerial n.º 1.077/09. Institui diretrizes para o credenciamento de programas e determina a composição da CNRMS. Diário Oficial da União: seção, n. 217, Brasília, DF, p. 7, 13 nov. 2009. Disponível em: https://www3.semesp.org.br/portal/pdfs/juridico2009/Portarias/17.11.09/Portaria_n1.077_12_11_09.pdf. Acesso em: 2 set. 2022.

BRASIL. Portaria n.º 580, de 27 de março de 2020. Dispõe sobre a Ação Estratégica “O Brasil Conta Comigo — Residentes na área de Saúde”, para o enfrentamento à pandemia do coronavírus (COVID-19). Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 75, 30 mar. 2020. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-580-de-27-de-marco-de-2020-250191376. Acesso em: 2 set. 2022.

BRASIL. Resolução CFESS n.º 383/99, de 29 de março de 1999. Caracteriza o assistente social como profissional da saúde. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil: seção 1, Brasília, DF, 29 mar. 1999. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/Resolucao38399.pdf. Acesso em: 2 set. 2022.

BRAVO, M. I. S.; MATOS, M. C. Reforma sanitária e projeto ético-político do Serviço Social: elementos para o debate. In: BRAVO, M. I. S. et al. (org.). Serviço Social e saúde. Rio de Janeiro: Uerj, 2004. Disponível em: http://www.cressrn.org.br/files/arquivos/ceJ472Fic4P2HK6fVV92.pdf. Acesso em: 2 set. 2022.

CARDOSO, G. L.; COSTA, L. V. S. Residência Multiprofissional em Oncologia e Serviço Social: Tendências e Desafios em Tempos de Pandemia da COVID-19. Revista Brasileira de Cancerologia, Rio Janeiro, v. 66, e-1131, 1.º out. 2020.

CASTRO, M. M. C.; DORNELAS, C. B. C.; ZSCHABER, F. F. Residência Multiprofissional em Saúde e Serviço Social: concepções, tendências e perspectivas. Revista Libertas, Juiz de Fora, v. 19, n. 2, p. 460-481, ago./dez. 2019. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/libertas/article/view/27114/19920. Acesso em: 2 set. 2022.

CLOSS, T. T. Inserção do Serviço Social nas residências multiprofissional em atenção básica: formação em equipe e integralidade. In: BELLII, M. I. B.; CLOSS, T. T. (orgs.). Serviço Social, residência multiprofissional e pós-graduação: a excelência na formação do assistente social. Porto Alegre. EdiPUCRS, 2012. Disponível em: http://tede2.pucrs.br/tede2/bitstream/tede/473/1/426179.pdf. Acesso 2 set. 2022.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL (CFESS). Atribuições privativas do(a) Assistente Social em questão. 1. ed. ampl. Brasília (DF): CFESS, 2012. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/atribuicoes2012-completo.pdf. Acesso em: 2 set. 2022.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL (CFESS). Código de ética Profissional do Assistente Social. Brasília, DF: CFESS, 1993. Disponível em: https://www.cfess.org.br/arquivos/CEP_CFESS-SITE.pdf. Acesso em: 10 out. 2022.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL (CFESS). Nota do CFESS: orientações sobre o exercício profissional diante da pandemia do Coronavírus (COVID-19). 23 mar. 2020. (Conjuntura e Impacto no Trabalho Profissional). Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/2020CfessManifestaEdEspecialCoronavirus.pdf. Acesso em: 25 abr. Acesso em: 2 set. 2022.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL (CFESS). Parâmetros para Atuação de Assistentes Sociais na Política de Saúde. Brasília, DF: CFESS, 2010. Disponível em:

http://www.cfess.org.br/arquivos/Parametros_para_a_Atuacao_de_Assistentes_Sociais_na_Saude.pdf. Acesso em: 20 out. 2022.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL (CFESS). Residência em Saúde e Serviço Social: subsídios para reflexão. Brasília (DF): CFESS, 2017. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/CFESS-BrochuraResidenciaSaude.pdf. Acesso em: 2 set. 2022.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL (CFESS). Resolução n.º 383, de 29 de março de 1999. Caracteriza o Assistente Social como profissional da saúde. Brasília, DF: CFESS, 1999. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/resolucao_383_99.pdf. Acesso em: 10 out. 2022.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL (CFESS). Resolução n.º 493/2006. Dispõe sobre as condições éticas e técnicas do exercício profissional do assistente social. Brasília, DF: CFESS, 2006. Disponível em:

http://www.cfess.org.br/arquivos/Resolucao_493-06.pdf. Acesso em: 10 out. 2022.

CRESS-ES. Valorização do Serviço Social em tempo de pandemia. CRESS-ES, 17.ª Região, 29 mai. 2020. 9 h. Destaque. Disponível em: http://www.cress-es.org.br/valorizacao-do-servico-social-em-tempo-de-pandemia/. Acesso em: 10 out. 2022.

GALVÃO, Andréia. O neoliberalismo na perspectiva marxista. Revista Crítica Marxista, Campinas, edição 1, n. 27, p. 149-156, 2008. Disponível em: https://www.ifch.unicamp.br/criticamarxista/arquivos_biblioteca/Revista_critica%20marxista_27.pdf. Acesso em: 10 out. 2022.

IAMAMOTO, Marilda Vilela. Projeto Profissional, Espaços Ocupacionais e trabalho dos Assistentes Sociais na Atualidade. Atribuições privativas do (a) Assistente Social em questão. Brasília: CFESS, 2002. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/atribuicoes2012-completo.pdf. Acesso em: 2 fev. 2022.

MATOS, M. C. A pandemia do coronavírus (COVID-19) e o trabalho de assistentes sociais na saúde. Rio de Janeiro, 2020. Disponível em: http://www.cress-es.org.br/wp-content/uploads/2020/04/Artigo-A-pandemia-do-coronav%C3%ADrus-COVID-19-e-o-trabalho-de-assistentes-sociais-na-sa%C3%BAde-2.pdf. Acesso em: 10 out. 2022.

MENDES, E. V. As redes de atenção à saúde. Brasília: Organização Pan-Americana de Saúde, 2011. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/redes_de_atencao_saude.pdf. Acesso em: 2 set. 2022.

MÉSZÁROS, István. A Crise Estrutural do Capital. Trad. Álvaro Bianchi. Revista Outubro, [S.l.], ed. 4, fev. 2000. Disponível em: http://outubrorevista.com.br/a-crise-estrutural-do-capital/. Acesso em: 2 set. 2022.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 1994.

MOTA, Ana Elizabete. Serviço Social brasileiro: profissão e área de conhecimento. Revista Katályses, Florianópolis, v. 16, n. esp., p. 17-27, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rk/a/9kN3x6tySLZWBNGKsHk4rbS/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 out. 2022.

OKUMOTO, O.; BRITO, S. M. F.; GARCIA, L. P. A Política Nacional de Vigilância em Saúde. Epidemiologia e Serviços de Saúde, Brasília (DF), v. 27, n. 3, 2018.

PAIVA, S. P. et al. O serviço social e o trabalho em equipe multiprofissional nas residências em saúde: estado da arte. Libertas, Juiz de Fora, v. 19, n. 2, p. 482-497, 2019.

PANIAGO, Maria Cristina Soares. A Crise Estrutural do Capital, os Trabalhadores e o Serviço Social. Maceió: Edufal, 2010. (Crise Contemporânea e Serviço Social). Disponível em: http://www.cressrn.org.br/files/arquivos/3XIOL807h05Zp51XR6H7.pdf. Acesso em: 10 out. 2022.

RAULINO, A. B. et al. O Processo de Inserção do Assistente Social na Residência Multiprofissional em Oncologia. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ASSISTENTES SOCIAIS (CBAS), 15., 2016, Olinda. Anais [...] Olinda: CBAS, 2016.

SILVA, R. C. M.; SILVA, M. C. M.; COSTA, C. R. B. Segurança do trabalho no ambiente hospitalar frente à pandemia da COVID-19. Revista de Atenção à Saúde, São Caetano do Sul, v. 18, n. 65, p. 29-39, 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS. Comissão de Residência Multiprofissional em Saúde. Regimento Interno da Comissão de Residência Multiprofissional em Saúde. fev. 2019. Disponível em: https://ufal.br/estudante/pos-graduacao/residencia/multiprofissional/regimento-interno-dos-programas-multiprofissionais-em-saude. Acesso em: 2 set. 2022.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA(UFSC). A Concepção de saúde e a organização da atenção básica. Apostila do Núcleo Telessaúde. Florianópolis, 2018. Disponível em: https://ares.unasus.gov.br. Acesso em: 16 fev. 2022. p.

Downloads

Publicado

2022-10-14

Como Citar

ABILIO SANTANA, J.; GOMES DE MEDEIROS , M. . Atuação do serviço social na equipe multiprofissional na saúde: demandas e desafios no contexto da COVID-19. Humanidades em Perspectivas, [S. l.], v. 4, n. 8, p. 5–23, 2022. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/revista-humanidades/index.php/revista-humanidades/article/view/186. Acesso em: 10 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos