O adoecimento renal e a política de saúde como direito social: a atuação do Assistente Social na continuidade do tratamento no grupo pró-renal em Curitiba

  • Thais Rusczak Centro Universitário Internacional - UNINTER
  • Sandra Aparecida Silva dos Santos

Resumo

A presente pesquisa foi produzida a partir de um estágio supervisionado em Serviço Social na Fundação Pró-Renal, entidade do terceiro setor que assiste pacientes com insuficiência renal. Refletiu-se, após a experiência, sobre a contribuição dos assistentes sociais para mitigar os efeitos da doença e o processo de adoecer no Brasil. Investigou-se a atuação do assistente social na continuidade do tratamento, para conhecer o processo de trabalho no espaço socio-ocupacional analisado. Para alcançar tais objetivos, realizou-se uma pesquisa bibliográfica e uma pesquisa de campo, de natureza exploratória e descritiva. Utilizou-se, também, uma entrevista semiestruturada, aplicada às assistentes sociais da instituição. Os resultados demostraram a eficácia da intervenção destes profissionais — orientada pela garantia de direitos. Destarte, o acompanhamento social do paciente proporciona condições de aderência ao tratamento. A pesquisa foi autorizada pelo Comitê de Ética da Uninter pelo CAAE: 40221420.1.0000.5573.

Palavras-chave: política de saúde; Serviço Social; paciente renal.

Abstract

This research was produced from a supervised internship in Social Work at Fundação Pró-Renal, a third sector entity that assists patients with renal failure. The experience reflected the contribution of social workers to mitigate the effects of the disease and the process of falling ill in Brazil. The role of the social worker in the continuity of treatment was investigated to know the work process in the analyzed socio-occupational space. A bibliographic research and a field research of an exploratory and descriptive nature were carried out to achieve these objectives. A semi-structured interview was also used, applied to the institution's social workers. The results showed the effectiveness of the intervention of these professionals - guided by the guarantee of rights. Thus, the social monitoring of the patient provides conditions for treatment adherence. The Ethics Committee of Uninter authorized the research by CAAE: 40221420.1.0000.5573.

Keywords: health policy; Social Work; chronic kidney disease patient.

Resumen

La presente investigación se produjo a partir de una pasantía supervisada en Trabajo Social en la Fundación Pro-Renal, entidad del tercer sector que le da asistencia a pacientes con insuficiencia renal. Se reflexionó, después de la experiencia, sobre la contribución de los trabajadores sociales para mitigar los efectos de la enfermedad y el proceso de enfermarse en Brasil. Se estudió el desempeño del trabajador social en la continuidad del tratamiento, para conocer el proceso de trabajo en el espacio socio-ocupacional analizado. Para lograr esos objetivos, se hizo una revisión bibliográfica y una investigación de campo, de naturaleza exploratoria y descriptiva. Se utilizó, también, una entrevista semiestructurada, aplicada a las trabajadoras sociales de la institución. Los resultados demostraron la eficacia de la intervención de esos profesionales — orientada por la garantía de derechos. Por lo tanto, el seguimiento social del paciente fortalece condiciones de adhesión al tratamiento. La investigación fue autorizada por el Comité de Ética de la Uninter, por el CAAE: 40221420.1.0000.5573.

Palabras-clave: política de salud; Trabajo Social; paciente renal.

Biografia do Autor

Thais Rusczak, Centro Universitário Internacional - UNINTER

Bacharel em Serviço Social pelo Centro Universitário Internacional – UNINTER.

Sandra Aparecida Silva dos Santos

Mestre em Gestão da Informação pela Universidade Estadual de Londrina- UEL; Mestre em Educação pela Universidade de Lisboa; Bacharel em Serviço Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF; Professora do curso de Serviço Social no Centro Universitário Internacional – UNINTER.

Publicado
2021-06-24
Seção
Artigos